sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Segundo dia da CCXP presta homenagem ao eterno 'Spock'


A terceira edição da CCXP – Comic Con Experience trouxe, em seu segundo dia, Adam Nimoy, filho de Leonard Nimoy, o eterno Sr. Spock, de "Star Treck", para falar do filme "For the love of Spock", inédito no país, que conta sobre a vida e carreira de seu pai.

"Esse foi um projeto que eu comecei com ele, em novembro de 2014. Assim que falei que precisamos fazer algo para celebrar os 50 anos do Spock, ele topou", contou Adam. O documentário traz um olhar aprofundado sobre a vida de um dos maiores astros da cultura pop.

A produção, dirigida pelo filho de Leonard, conta a vida e carreira do astro que deu vida ao personagem vulcano, desde quando ele decidiu sair da casa dos pais para estudar teatro, passando pelos diversos cargos que exerceu enquanto sua carreira de ator não decolava, até o momento em que, após a morte do Sr. Spock em "Star Trek III", começou a trabalhar como diretor de cinema.

O longa também conta com depoimentos do elenco original da série, e traz gravações feitas com Leonard ainda em vida, logo quando ele e o filho começaram a planejar o filme. “For the love of Spock não é só sobre Spock, mas sim sobre a vida de Leonard e seu legado”, afirma Nimoy.

Junto de David Zappone, produtor do documentário, Adam revelou que Leonard foi convidado para participar do mais recente filme "Star Trek: Sem Fronteiras". "Pela primeira vez, meu pai disse não para um projeto de Star Trek. Ele já estava muito doente e ficou muito triste, mas entendeu que não seria possível", explica.

Esbanjando simpatia, Nimoy encerrou o painel dizendo em português uma das frases mais marcantes do personagem Spock: "Vida Longa e próspera".

Milla Jovovich exalta a independência das mulheres na CCXP 2016

Fãs da série Resident Evil nos videogames, a atriz Milla Jovovich e o diretor Paul W. S. Anderson vieram ao Brasil para falar sobre o desfecho da saga nos cinemas em “Resident Evil 6: O Capítulo Final”, no painel da Sony na CCXP – Comic Con Experience 2016. Com muita simpatia, a atriz exaltou a força e a coragem da heroína Alice, que representa a independência das mulheres.

“Sinto uma conexão com a personagem, fico feliz em interpretar uma mulher forte, que não depende da aparência, e orgulhosa por falar por todas elas”, disse a atriz. “Alice toma decisões, é destemida e tem honra, qualidades que uma mãe, como eu, deve ter. Claro que não sou louca como ela, mas sim, ela faz parte de mim”, completou.

Anderson, que é marido de Milla, contou que o filme foi adiado por um ano devido à gravidez da atriz, e encerra um ciclo em grande estilo. “Esta produção traz criaturas novas que em breve o público verá nos jogos, e foi intenso combinar a ação com a verdade que a Alice finalmente encontra em um grande final”, afirmou o diretor.

Além de uma cena inédita de “Resident Evil 6”, o painel da Sony exibiu um teaser exclusivo de “Spiderman: Homecoming” e um vídeo com os astros de “Jumanji”, Dwayne Johnson e Kevin Hart, respondendo a perguntas de internautas brasileiros. O público conferiu, ainda, trailers de “Trainspotting 2”, “Smurfs e a Vila Perdida”, “Passageiros”, com Jennifer Lawrence e Chris Pratt, e “Vida”, com Jake Gyllenhaal e Ryan Reynolds.

Marcelo Adnet apresentou a nova programação da Globo ao lado de convidados famosos

Adnet foi o mestre de cerimônia do painel (Re) Globo, no Auditório Cinemark. O carioca abriu com imitações de Tonho da Lua, Agnaldo Timotio, João Dória e ainda arriscou um rap: “Comic Con é papo reto, tá lindo esse bagulho. Quem é nerd mesmo faz barulho”, rimou o apresentador. Os primeiros convidados foram Tony Ramos, Mônica Iozzi e o roteirista Alexandre Machado que apresentaram a Vade Retro. A trama escrita em parceria com Fernanda Young estreia em abril e acompanha a saga do Diabo (Tony Ramos) em busca de uma advogada (Mônica Iozzi) que beijou o papa, para ajudá-lo em uma difícil missão.

Outra atração é a série Carcereiros, inspirada no livro homônimo de Drauzio Varella. A história mistura realidade com ficção e relembra os anos vividos dentro do presídio do Carandiru pelos olhos dos agentes penitenciárias. Parte das filmagens têm participações ilustres como de Caio Blat, Toni Tornado, Rodrigo Lombardi, Gabriel Leone, por exemplo. Mas o criador Fernando Bonassi e o diretor José Eduardo Belmont complementaram com imagens documentais da época.

A ideia de Filhos da Pátria veio de Bruno Mazzeo e conta a história do Brasil. Não por acaso, a estreia acontece um dia após do feriado da Independência do país e tenta explicar como a democracia teve início do governo. Interpretados por Fernanda Torres, Alexandre Nero, Matheus Nachtergaele, Marcos Caruso e fala de assuntos atemporais como o machismo, racismo e corrupção.

Todos os trailers foram exibidos em primeira mão dentro da Comic Con Experience 2016, com exceção de Zózimo que ainda não teve as gravações iniciadas, mas algumas inspirações foram exibidas. A comédia aborda a trajetória de um ex-policial que trabalha como detetive particular na década de 50. O autor Mauro Wilson e os atores Vladimir Brichta e Airton Graça estiveram presentes no palco.

Fox Studios apresenta novidades no segundo dia de CCXP

Érico Borgo mal apareceu ao palco e já disparou: “Desliguem os celulares, porque o que vocês verão aqui é inédito”. O anúncio foi seguido por gritos animados dos fãs que puderam conferir o novo trailer de Assassin’s Creed, produção da 20th Century Fox.

“O mais legal desse resultado é saber que os responsáveis tentaram ao máximo trazer a realidade para o longa. O uso de computação gráfica foi dispensado na cena favorita dos admiradores da franquia que é o The Leap of Faith”, revelou Borgo, um dos fundadores do portal Omelete e da CCXP. Conhecido também como o salto da fé, trata-se de um pulo de cerca de 38 metros e foi realizado pelo ginasta britânico Damien Walters.

A DreamWorks Animation também marcou presença na atração e trouxe cenas nunca vistas pelo público. O Poderoso Chefinho é um bebê falante que une forças contra o irmão mais velho. Outra novidade é a animação brasileira Lion que acompanha o cotidiano de um animador de festas infantis que passa por uma transformação surpreendente.

Netflix traz diretores e roteiristas da série “3%” em seu primeiro painel

Primeira produção original brasileira exibida pela Netflix, “O Mundo e 3%” foi o tema do painel da plataforma de streaming no segundo dia de CCXP – Comic Con Experience 2016, com os roteiristas e diretores da série.

O diretor geral César Charlone, indicado ao Oscar de Melhor Fotografia por “Cidade de Deus”, esteve acompanhado do roteirista criador Pedro Aguilera, e dos roteiristas e diretores Dani Libardi, Daina Giannecchini e Jotagá Crema. Eles falaram das dificuldades – e da conquista –, ao levar uma websérie independente de sucesso no Youtube à ser produzida pela gigante Netflix.

Ao final, uma surpresa: alguns dos atores da série “invadiram” o palco e saudaram o público, convidando todos os presentes a pedirem por uma segunda temporada e conferirem o painel especial da Netflix no domingo, com astros e estrelas de “3%”, “Sense 8” e “Desventuras em Série”.

Homem Borracha é escolhido para ser a nova peça da Iron Studios em painel da CCXP 2016

No painel “Iron Studios - DC Comics Série 3 by Ivan Reis”, o público pôde escolher entre três personagens da DC Comics para ser o novo boneco desenhado pelo quadrinista da Chiaroscuro Studios para virar o próximo colecionável da Iron Studios: o Homem Borracha foi unanimidade entre os presentes. Logo após a decisão, Ivan desenhou alguns modelos do super-herói e apresentou para a plateia.

Ao final do painel foi revelado o novo Diorama da Iron Studios, o Batman Vs Bane DC Comics Serie 2. A peça retrata a icônica cena do homem morcego socando Bane, um de seus maiores inimigos.
Kozo Morishita conta os bastidores de Dragon Ball na CCXP 2016 e afirma: “Freeza é meu vilão favorito”

O painel Dragon Ball Z - Toei Animation Oficial contou com Kozo Morishita, conceituado produtor e diretor no mundo da animação. O profissional da Toei Animation atuou na franquia de séries e filmes baseada nos mangás de Dragon Ball, de Akira Toriyama, como Dragon Ball Z e Dragon Ball GT.
Durante o bate-papo no Auditório Ultra, Kozo contou os bastidores de um do animes mais famosos do mundo. “Senti mais pressão em fazer Dragon Ball como produtor do que fazer Cavaleiro dos Zodíaco como diretor de animação. Não é simples a tarefa de adaptar um Mangá para a televisão. São mídias completamente diferentes”, explicou.

Quando perguntado sobre quem era seu vilão favorito da saga, o produtor não hesitou em dizer que era Freeza. “Majin Boo e Cell eram ótimos, mas Freeza me convencia pela voz. A dublagem original era fantástica, e me dava certeza que o personagem estava completo”.

Moroshita revelou que toda historia de Dragon Ball GT foi desenvolvida pela Toei Animation, com profissionais não seriam aproveitados pela empresa. O diretor da Toei levou os fãs à loucura e decretou: “O lendário Super Sayajin é Son Goku. Criamos Brolly, um personagem fortíssimo com a intenção de colocar um grande obstáculo para ele. Mas Brolly não é o lendário Super Sayajin que Freeza tanto temia”.

Por fim, deixou em aberto a possibilidade de participação de Bardock e Brolly em Dragon Ball Super; “O futuro é imprevisível. O trabalho do Akira Toriyama é marcado por ser imprevisível”.

sábado, 26 de novembro de 2016

Naruto Online estreia na CCXP com Elcio Sodré, o dublador de Kakashi



A 3ª edição da CCXP – Comic Con Experience, que acontece entre 1 e 4 de dezembro no São Paulo Expo, confirma a presença de Naruto Online, o MMORPG oficial da franquia, criado pela Bandai e Tencent. No estande de Naruto Online os fãs podem se registrar no game e participar de sorteios de itens oficiais da franquia, além da presença de Elcio Sodré, o dublador de Kakashi, um dos personagens da franquia, que estará disponível para fotos, autógrafos e bate-papo com os fãs.

O evento também marca o lançamento da nova atualização de Naruto Online, O Baú dos 5 Kages, que adiciona novos recursos, mecânicas e personagens jogáveis, pela Bandai e Oasis Games. Desde novembro os jogadores podem recrutar grandes nomes da franquia Naruto, além de conhecer os novos modos de jogo e funcionalidades.

Sobre o game

O Baú dos Cinco Kages introduz novos ninjas ao jogo, e a atualização traz a oportunidade de jogar com grandes nomes da franquia, tais como O Quarto Raikage, Sasuke com o poder do Susano’o, Itachi Uchiha com o poder de Susano’o, O Terceiro Tsuchikage, a Quinta Mizukage, O Quinto Kazekage, além dos personagens Danzou, Darui, Mifune, Killer B, Chojuro e Kakuro.

Além das Missões de Captura, onde o jogador pode ajudar Might Guy a caçar os mais perigosos vilões do Universo de Naruto para receber recompensas e um Mapa do Tesouro. Com o mapa, o gamer terá a chance de encontrar grandes prêmios e tornar a aventura ainda mais interessante.

Imagem de uma das lutas do jogo - Foto: Naruto Online
Acha que acabou? O mundo de Naruto tem sempre um novo desafio. A partir da nova atualização, os jogadores de nível 80 podem enfrentar os seis caminhos da dor de Pain. Evite o plano maligno do vilão e se transforme no Herói de Konoha.

Itens raros em promoção!

Durante a CCXP e até 7 de dezembro os usuários que comprarem créditos com Rixty ganham prêmios exclusivos. A Rixty é parceira do Naruto Online e especializada em monetização de bens virtuais:

Com R$ 75 você ganha o Pacote Comum
Pergaminho de Selamento ×1
Magatama de Vida nv. 3 ×1
Poção de Saúde (Pequena) ×2

Com R$ 100 você ganha o Pacote Avançado
Pergaminho de Selamento ×1
Pergaminho de Invocação ×2
Magatama de Vida nv. 3 ×1 > Magatama de Ataque nv. 3 ×1
Poção de Saúde (Pequena) ×4

Com R$ 120 você ganha o Pacote Especial
Pergaminho de Selamento ×2
Pergaminho de Invocação ×2
Magatama de Vida nv. 3 ×2
Magatama de Defesa nv. 3 ×2
Poção de Saúde (Pequena) ×10

No final da promoção todas as compras serão somadas e os usuários recebem automaticamente por e-mail um código para resgatar o pacote.

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Daya Luz e Diegho San estarão na Comic Con Experience 2016


A mais nova aposta do pop nacional, Daya Luz lança uma nova superprodução: o clipe de “Te Dominar”, a canção que faz parte da trilha mundial do game Just Dance 2017. As gravações aconteceram na The Week, no Rio de Janeiro, e contaram com a participação de 50 just dancers, entre eles o brasileiro Diegho San, bicampeão mundial do jogo. Depois do lançamento do clipe, que aconteceu na MTV, a música alcançou o primeiro lugar das rádios cariocas de acordo com a Crowley, ranking brasileiro de músicas mais tocadas.



“Te Dominar” é um exemplo de sonho realizado e Daya Luz foi a primeira gamer brasileira a entrar para o jogo, não só como trilha, ao lado de estrelas como Justin Bieber, Ariana Grande e Beyoncé, mas pelo fato inédito de ter composto a canção junto com a produtora do game, Ubisot. E, é claro, que a mais nova diva do pop não poderia ficar fora da Comic Con Experience 2016. Daya Luz estará na feira nos quatro dias de evento e premiará o ganhador do torneio de Just Dance promovido pela SAGA.

Premiação Campeonato Just Dance CCXP 2016 - Foto: SAGA
Serão três campeonatos durante os 4 dias de evento, e a premiação será um X-box One com o tema da Daya, além do Just Dance 2017. A competição ocorrerá no espaço da SAGA, e para mais informações, como a exemplo das regras e dos horários, basta acessar o link: https://goo.gl/3AwU5M

Fiquem ligados no Mega Hero durante os 4 dias da Comic Con Experience, seja pelo site, Facebook, Instagram ou Twitter, pois estaremos trazendo todas as novidades do evento.

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Ultraman Zero irá ganhar sua própria série


O ano de 2016 está em sua reta final e as comemorações dos cinquenta anos de Ultraman chegam ao fim, mas parece que a Tsuburaya já está preparando terreno para o sucessor Ultraseven.

Ultraman Orb entra em sua reta final com grande aceitação por parte do público e ótimos índices de audiência abrindo espaço para o sucessor que estreia no dia 07 de Janeiro de 2017 nas manhãs da TV Tokyo. A novidade, é que o próximo Ultra é um velho conhecido dos fãs do gênero. Ultraman Zero: THE CHRONICLE é a próxima aposta da Tsuburaya. Apesar de não sabermos como será o formato da nova série (se serão mini episódios ao estilo Ultraman Retsuden onde filmes e especiais são aproveitados e transformados em episódios), é quase certo confirmar que a produção já inicia as comemorações dos 50 anos de Ultraseven que estampa o cartaz do seriado.

Zero está de volta! - Foto: Reprodução internet

Ultraman Zero apareceu pela primeira vez no filme Mega Monster Battle: Ultra Galaxy (2009) e carimbou presença em outras produções como Ultraman Zero: The Revenge of Belial (2010), Ultraman Saga (2012) e os especiais Ultra Zero Fight (2012) e Ultraman Retsuden (2011), além é claro de participações especiais em séries mais recentes.

Zero tem um grande diferencial perante às outras produções da franquia. O personagem foi importante para a expansão do universo criado pela Eiji Tsuburaya e abriu um leque para várias possibilidades de ramificações dentro do universo dos Ultraman. Resta torcer que THE CHRONICLE continue seguindo essa mesma linha.

Ainda não há previsão de Ultraman ZERO: THE CHRONICLE estrear no Brasil pelo Crunchyroll. O Mega Hero no ano passado conversou com a empresa na CCXP 2015 e ela confirmou que todas as séries posteriores a X serão lançadas por eles, o que foi confirmado com Orb esse ano. Mas a torcida aqui no Brasil é grande e assim como eu, outros fãs estão ansiosos pela nova série.

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Animais Fantásticos e Onde Habitam é um maravilhoso retorno ao mundo mágico


Com cinco anos de diferença do último longa do bruxo mais popular dos cinemas, Animais Fantásticos convida novamente os fãs da saga clássica a se aventurarem no universo mágico criado por J.K Rowling mas não esquece de abrir portas para uma nova geração.

É muito difícil escrever uma crítica onde o lado do fã apaixonado não aflore, ainda mais quando o filme ainda está fresco em sua mente. Harry Potter e toda a sua saga tem uma importância grandiosa na formação de vários fãs, inclusive foi responsável por despertar a paixão por leitura. E isso por si só já é um ponto positivo.

Jacob (Dan Fogler) e Newt (Eddie Redmayne) e a criatura chamada Tronquilho - Foto: Jaap Buitendijk Warner Bros. Pictures' fantasy adventure "FANTASTIC BEASTS AND WHERE TO FIND THEM," a Warner Bros. Pictures release. © 2016 WARNER BROS ENTERTAINMENT INC. ALL RIGHTS RESERVED

Animais Fantásticos se situa no passado, deixemos de lado a história de Potter e voltemos setenta anos atrás em uma Nova Iorque no período da Lei Seca e próxima da Grande Depressão da década 30, esse último detalhe é muito bem representado quando o personagem Jacob (Dan Fogler) precisa abrir um negócio e o banco está sendo fundos para ajuda-lo. Além disso, ainda existe um clima de tensão dentro da comunidade bruxa norte-americana, em relação a exposição deles para os no-majis (ou trouxas como os fãs de Harry Potter já estão acostumados).

No meio de todo esse turbilhão é que somos apresentados a Newt Scramander (Eddie Redmayne), um jovem e excêntrico bruxo que se auto-intitula magizoologista. Ele viaja o mundo inteiro catalogando e salvando animais mágicos dentro de sua maleta mágica, tudo isso com o intuito de lançar seu livro sobre essas criaturas e mostrar que tais seres podem conviver de forma pacífica com os bruxos. A chegada de Newt a Nova Iorque acaba desencadeando uma série de problemas depois que sua maleta é aberta acidentalmente.

Newt chega em uma Nova Iorque marcada por problemas socais e econômicos - Foto: Jaap Buitendijk
Warner Bros. Pictures' fantasy adventure "FANTASTIC BEASTS AND WHERE TO FIND THEM,"
a Warner Bros. Pictures release. © 2016 WARNER BROS ENTERTAINMENT INC. ALL RIGHTS RESERVED

O longa resgata um pouco da atmosfera de Harry Potter e a Pedra Filosofal, a sensação é de que estamos vendo tudo pela primeira vez, o que não deixa de ser uma verdade, visto que Animais Fantásticos apresenta o universo mágica sob outra ótica e com personagens mais velhos. E seu clima despretensioso consegue cativar um novo público enquanto brinda os veteranos com referências e um tom mais maduro de elementos que foram apresentados anos atrás em Harry Potter.

Uma das grandes novidades de Animais Fantásticos é a participação de J.K Rowling que dessa vez não só supervisiona o filme mas foi responsável pelo roteiro. A escritora britânica teve a ajuda de David Yates e Klove Steve. Steve foi responsável pelo roteiro de sete dos oito filmes da franquia original enquanto David Yates dirigiu "A Ordem da Fênix" e "O Enigma do Príncipe". Também tivemos a presença de David Heyman que produziu todos os filmes de Harry Potter e agora carimba sua participação nessa nova fase da obra de Rowling.


Tina (Katherine Waterson) e Newt (Eddie Redmayne) na MACUSA. - Foto: Jaap Buitendijk Warner Bros. Pictures' fantasy adventure "FANTASTIC BEASTS AND WHERE TO FIND THEM," a Warner Bros. Pictures release. © 2016 WARNER BROS ENTERTAINMENT INC. ALL RIGHTS RESERVED

Se a direção era algo a se elogiar, com certeza o mesmo pode ser dito da equipe envolvida na direção de arte e musical do longa metragem. A ambientação da Nova Iorque dos ano trinta é admirável e o espectador consegue captar através das cores o clima de depressão social que rondava naquele período. A trilha sonora assinada por James Newton Howard transmite muito bem a atmosfera do filme e usa faixas conhecidas pelos fãs de longa data para construir o ritmo da história.

Por fim temos o novo elenco que dessa vez aposta em mais rostos conhecidos do que a saga original. Cada personagem tem sua história muito bem desenvolvida nos cento e quarenta minutos do filme. Todos os medos daquela época refletem em cada um deles sendo bruxos ou no-majs.

Com a já confirmação de outros quatro filmes dessa nova saga, é evidente que a história de Newt não irá ser focada apenas em sua aventura para catalogar as criaturas mágicas. Um novo mal que já é mostrado no longa começa a emergir e deve desencadear uma série adversidades dentro e fora do universo mágico. Animais Fantásticos é ao mesmo tempo simples e grandioso. Um maravilhoso retorno ao mundo bruxo.

terça-feira, 15 de novembro de 2016

A série dos Inumanos e a Marvel no cinema


Depois de passar algum tempo ser tem um grande assunto do qual falar, finalmente a Marvel fez um anúncio que me deixou empolgado e me fez querer fazer essa matéria.

Como já havia sido anunciado no primeiro semestre, o filme dos Inumanos saiu do calendário de lançamentos do estúdio, ficando sem data para estrear. Muitos apostavam que ele faria parte da Fase 4 da Marvel nos cinemas, porém, isso não irá ocorrer, já que foi anunciado ontem (14 de novembro) que o grupo ganhará uma série pela ABC. Porém, isso não é tudo. A nova série da Marvel será focada na Família Real dos inumanos, ou seja, veremos Raio Negro, Medusa e companhia na televisão.

Pensando justamente sobre isso foi que eu resolvi falar sobre como essa série pode impactar o universo dos filmes da Marvel, já que sem um filme, como o estúdio iria inserir esses seres no cinema? Seria besteira eles deixarem os Inumanos de fora, uma vez que não possuem os direitos dos mutantes. É justamente sobre isso que irei falar nesta matéria, então se preparem, pois, as coisas podem começar a ficar ainda mais interessantes para a Marvel a partir de agora. 

Antes de falar sobre minha ideia de como juntar a série dos Inumanos e os filmes, eu vou passar algumas informações que já foram divulgadas a respeito do seriado.

A série que irá estrear em setembro de 2017 recebeu o título de Marvel’s The Inhumans. A primeira temporada terá um total de 8 episódios, sendo que os dois primeiros vão ser filmados inteiramente com câmeras IMAX e ainda serão disponibilizados nos cinemas IMAX de todo o mundo durante duas semanas. Após isso a ABC irá disponibilizar o restante da série em seu canal, que contará com material inédito.

A trama irá se passar na Terra e na Lua, onde provavelmente está a cidade de Attilan, o lar dos Inumanos.

Attilan, cidade dos Inumanos
Agora vamos ao que realmente interessa: como encaixar a série dos Inumanos no universo dos filmes.

Com essa série, existe finalmente a possibilidade da Marvel aceitar de vez que o universo das séries e do cinema são interligados, já que, se eles quiserem usar os inumanos no cinema, e eu espero sinceramente que isso ocorra, eles terão que aceitar isso de uma vez por todas.

O interessante é que a série será lançada em 2017 e no cinema ainda por cima. Será a primeira vez que isso irá ocorrer, ainda mais sendo filmada em IMAX. Como serão poucos episódios, o investimento deverá ser muito mais em relação aos efeitos e a história deverá ser mais coesa, focada na origem da Família Real.

Eu mencionei que é interessante a série sair em 2017 porque no ano seguinte teremos o lançamento de Vingadores: Guerra Infinita, e Kevin Feige falou que teremos em torno de 68 personagens no filme, e convenhamos, seria um grande desperdício deixar de usar os inumanos em uma luta contra Thanos, especialmente Raio Negro, que é um dos heróis mais poderosos da editora, além de ser um membro dos Iluminati, que já foi confirmado que dois dos membros irão interagir no filme, Homem de Ferro e Doutor Estranho.

Voltando a questão de como juntar série e cinema. A vantagem na série é que ela poderá contar melhor e com mais calma a história da família real, sem ter que fazer uma história corrida de duas horas e deixar de fora vários aspectos. Justamente por serem apenas 8 episódios é de se suspeitar que a Marvel use a série realmente para apresentar os principais inumanos, ainda mais que os dois primeiros episódios serão exibidos no cinema.

Família Real Inumana - da esquerda para a direita: Triton, Crystal, Medusa, Karnak, Gorgon, Raio Negro e Dentinho
Após situarem esses personagens dentro do Universo Cinematográfico Marvel, eles podem migra-los para o cinema, porém ainda deixando sua série ativa. Seria uma forma de trabalhar os personagens e evitar fazer algo correndo. Você trabalharia com eles na série, dando continuidade à sua história, e em momentos decisivos ou importantes eles apareceriam nos filmes. Porém, para que isso se torne possível, a Marvel terá que admitir de uma vez por todas as ligações entre as duas mídias e com isso, consolidar de vez todas as suas séries dentro de um mesmo universo, apesar de já sabermos que isso existe.

Com a SHIELD de volta à ativa na série, uma hora ela terá que ser citada nos filmes, especialmente em Guerra Infinita, até porque ela lida com inumanos agora. Ao que tudo indica, tudo está culminando para essa junção de televisão e cinema, o que seria uma boa, pois iria ajudar a explicar muitas coisas sem ter que colocar no cinema. Resta saber é como a Marvel fará isso, e se de fato fará.

Infelizmente ainda não temos nenhuma informação a respeito do elenco da série dos Inumanos. Muitos fãs gostariam de ver Vin Diesel no papel de Raio Negro, como foi especulado a algum tempo, já que, apesar do ator emprestar sua voz para Groot em Guardiões da Galáxia, ele não teria que falar em Inumanos, o que acabaria sendo algo bem positivo, já que o estúdio não precisaria ir atrás de outro ator. Porém agora existe a questão do dinheiro envolvido, já que uma série demanda muito mais tempo e não sabemos se a ABC estará disposta a pagar o cachê do ator.

Pelo fato da série estrear já no ano que vêm, novas informações devem ser liberadas muito em breve, assim como o início das filmagens. Fiquem de olho, pois assim que novidades forem liberadas, postaremos aqui.