Charlie's Angels aposta na mistura entre o universo clássico e o novo das Panteras


Bom dia, Panteras!

Expandindo o universo das espiãs mais famosas do cinema, Charlie's Angels, ou Panteras, retornam em um novo filme de ação e com uma nova equipe para resolver crimes no melhor estilo.

Sabina (Kristen Stewart) e Jane (Ella Balinska) são as novas Panteras e já conhecemos suas habilidades nos primeiros minutos do filme em uma missão. Ao finalizarem o trabalho, somos apresentados ao mais importante dos Stan Bosley (Patrick Stewart) e somos apresentados a nova Agência Townsend que agora se expandiu internacionalmente com equipes de Panteras por todo o mundo.

Jane e Sabina na clássica missão da festa. Foto: Sony


Para quem não está familiarizado com As Panteras, Bosley é o cargo do responsável por cada equipe de espiãs, como o Jerry de Três Espiãs Demais. Mas Patrick Stewart é um dos mais antigos e presentes Bosley que infelizmente está se aposentando. Em seu lugar, a nova responsável é, pela primeira vez na história, uma ex-Pantera Sue Bosley (Elizabeth Banks).

As Panteras são acionadas para uma nova missão quando cientista Elena Houghlin (Naomi Scott) decide fazer uma denúncia sobre o seu próprio projeto, uma tecnologia sustentável que pode ser transformada em arma letal. Sabina e Jane terão que proteger Elena, que foi jogada dentro da missão e terá que enfrentar todos os perigos e traições como parte da equipe.

No Brasil, foi decidido que seria usado o título original da franquia, Charlie's Angels, e durante o filme são feitas referências sobre o universo das Panteras que muitos fãs reconhecerão, mas ao mesmo tempo o longa foi construído para um público abrangente e que pode não ter tido nenhum contato com as personagens.

Jane, Bosley e Sabina pensam em seu novo plano. Foto: Sony


Adaptado para as novas gerações com espiãs mais novas, enredo sobre tecnologia e muitas piadas sobre choque geracional, Charlie's Angels tem um potencial grandioso de tornar-se uma longa franquia nos cinemas.

Ao mesmo tempo, o filme consegue trabalhar bem clichês de filmes de espionagem e das próprias Panteras, tornando as cenas engraçadas ao mesmo tempo que mostram as habilidades das agentes em resolver situações. Além disso ainda é explorada a rede de conexões da Townsend e como funciona esse mundo das espiãs.

Naomi Scott é extremamente carismática e conquista com seu papel de novata no ramo, Ella Balinska é a agente mais experiente da equipe e durona, acredita que não precisa de ninguém para completar sua missão. Já Kristen Stewart, em minha opinião, demora quase metade do filme para engatar na personagem.

As novas Panteras. Foto: Sony

Sem fazer grandes comparações, mas só para situar os fãs da última adaptação com Cameron Diaz, Lucy Liu e Drew Barrymore: Sabine seria Cameron Diaz com as brincadeiras, piadas, falta de noção e distrações cheias de vergonha alheia, Jane seria Lucy Liu, a mais experiente da equipe e a mais centrada, e Elena seria Drew Barrymore, a mais perdida que tenta sempre ajudar como pode.

As releituras ficaram ótimas e o filme flui muito bem mesmo com muitas viagens internacionais para o desenvolvimento da trama e a trilha sonora é contagiante e combina com a ação do filme. Misturando o novo com a tradição das Panteras, Charlie's Angels é uma boa aposta da Sony como produção jovem e que se bem trabalhada pode render boas sequências.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

author
MEGA HERO
O nosso propósito é compartilhar conteúdo de qualidade e inspirar você a criar.