Arrow chega ao fim deixando um grande legado na televisão


Após 8 temporadas, Arrow chegou a seu fim, mas deixou para trás todo um legado e um universo em expansão para as séries da DC Comics.

Será que quem começou a acompanhar Arrow em 2012 iria imaginar que o programa se tornaria o que é hoje? O responsável pela criação de um multiverso plenamente estabelecido e cheio de personagens da DC.

Para muitos fãs, a série é ruim e não vale a pena; para outros, mesmo com seus erros, ela continuava a entreter. Apesar dos altos e baixos (e em alguns casos mais baixos do que altos), Arrow tentou se manter fiel ao que propunha e conseguiu criar uma mitologia que deve ser respeitada. Não é todo mundo que consegue criar o que a série conseguiu.

Batwoman, Arqueiro Verde, Flash, Supergirl e Canário Branco - Foto:The CW
Ao longo de suas 8 temporadas, muitos personagens passaram pela série, alguns desses icônicos nos quadrinhos da DC. A série também foi responsável por alguns spin-offs, como The Flash, Legend's of Tomorrow e Green Arrow and the Canaries, que já teve seu piloto exibido, porém, a The CW ainda não deu sinal verde para a produção da série.

Além dos spin-offs, tivemos vários crossovers: Flash vs. Arqueiro, Os Heróis Juntam Forças, Os Melhores do Mundo, Invasão, Crise na Terra-X, Elseworlds e Crise nas Infinitas Terras. Todos esses especiais ajudaram a criar o multiverso da CW, interligando séries (e alguns filmes) para criar algo muito maior e que os fãs sempre quiseram.

Crossovre "Crise na Terra X" - Foto:The CW
Como eu falei previamente, muitos personagens passaram pela série. Vilões como Slade Wilson/Exterminador e Adrian Chase/Prometheus marcaram suas respectivas temporadas e caíram nas graças dos telespectadores. Outros como Ra's al Ghul e Damien Darhk não foram bem recebidos, e na verdade, bem criticados, especialmente Ra's, por ser um vilão do Batman, aspecto esse que foi bastante inserido em Arrow ao longo dos anos.

Tivemos é claro, a participação da Canário Negro, ou melhor dizendo de algumas Canários. A primeira que se apresentou apenas como Canário foi Sarah Lance, uma personagem original e que logo ganhou a paixão dos fãs. Sarah posteriormente ingressou e Legend's of Tomorrow e hoje é a líder da equipe. Tivemos também Dinah Drake, que na série é a terceira a usar o manto da Canário. e por fim, ninguém menos do que Laurel Lance, a segunda Canário e o interesse amoroso de Oliver Queen durante algumas temporadas.

Kat Cassidy no papel de Laurel Lance da Terra 1 - Foto:The CW
Deixei Laurel por último foi ela tem um lugar especial no coração dos fãs. A personagem assim que apareceu marcou presença, porém, não foi respeitada como deveria. Os produções não fizeram jus a ela e foi necessário que ela morresse e sua contraparte da Terra-2, a Sereia Negra, assumisse seu lugar para que finalmente pudéssemos ver todo o seu potencial. Tem quem culpe o polêmico ship Olicity (Oliver + Felicy) pela falta de espaço de Laurel.

Para ajudar Oliver tivemos dois personagens originais: Felicity Smoke, que depois se tornou sua mulher e mãe de sua filha e John Diggle, um ex-militar que durante anos os fãs suspeitaram que ele poderia se tornar ninguém menos do que o Lanterna Verde John Stewart. A relação que esses três desenvolveram ao longo dos anos foi bastante profunda, passando de amizade para a construção de uma nova família.

Diggle e Felicity - Foto:The CW
Mesmo com seu final, Arrow ainda ficará na mente dos fãs, seja por seus aspectos positivos ou negativos. Porém, existe algo que não pode ser esquecido: o legado que a série criou irá perdurar enquanto a CW continuar produzindo séries de TV da DC, pois, querendo ou não, Arrow foi a responsável pela explosão de séries de super-herói que temos hoje em dia.

Da mesma forma que Smallville marcou toda uma geração, Arrow também fez sua parte e sempre será lembrada na história da DC Comics.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

author
MEGA HERO
O nosso propósito é compartilhar conteúdo de qualidade e inspirar você a criar.