segunda-feira, 31 de outubro de 2016

8 filmes que você assistia no Halloween quando era criança


Halloween é minha festa favorita! Na minha casa, minha mãe sempre fez festinhas e estimulou as comemorações da festa. Então chamávamos nossos amigos para comer muitos doces e assistir filmes. Esses foram algum dos filmes que não faltavam na minha festinha!

Abracadabra

Abracadabra é um filme de 1993, que estrela Bette Midler, Sarah Jessica Parker e Kathy Najimy como as bruxas Winnie, Sarah e Mary. Eu assistia sempre na época do Halloween e adorava! Morria de medo da Winnie e de ser devorada por ela!

O filme, apesar de ser para criança, é macabro. Reassistindo, percebi várias coisas bem assustadoras, mesmo até para adultos! As três bruxas são invocadas para o período atual (dos anos 90), após suas maldosas almas serem lacradas há 300 anos acusadas de bruxaria.

Elas querem ser jovens e bonitas para sempre. E para isso, as bruxas vão atrás de crianças e seu livro de feitiços. A única coisa que não esperavam era trombar com três crianças e um gato preto falante que tentarão impedi-las.


Convenção das Bruxas

Para mim um dos filmes mais assustadores na retratação de bruxas! Podem rir, mas a pressão psicológica na descrição e comportamento das bruxas te deixa bem paranoico! Elas podem estar em qualquer lugar e ser qualquer pessoa, até mesmo sua vizinha.

O filme ainda traz histórias do passado relacionadas com bruxas e desaparecimentos de crianças. Mas o plot principal se trata de uma senhora, que conhece tudo sobre as bruxas e seu neto, que foi morar com ela após perder os pais em um acidente.

Os dois vão para um hotel à beira mar para cuidar da saúde da avó, mas acabam descobrindo que todas as bruxas da Inglaterra estão reunidas em uma convenção no mesmo hotel que eles. Em uma das cenas mais bizarras, Luke acaba presenciando o momento que as bruxas se revelam e é transformado em um rato! Agora ele e a avó precisam arrumar uma maneira para destruir a Rainha das Bruxas e salvar todas as crianças de suas garras.


Familia Addams

De todas as versões, este elenco foi a personificação perfeita da Família Addams. Anjelica Huston, Raul Julia, Christopher Lloyd, Christina Ricci, Jimmy Workman, Carel Struycken deram vida aos mórbidos e cheio de humor negro, Addams.

Os filmes são divertidos, pois o estilo de vida dos Addams é totalmente o inverso do normal. Tudo que as pessoas acham bom, eles acham péssimo e tudo que as pessoas acham terrível...bem, os Addams adoram.

Cheio de momentos inesperados e diálogos bem bolados, os Addams mostram como adoram viver em meio ao caos e mesmo na excentricidade, a família é importante.

Esse elenco participo de dois filmes, um em 1991 e o segundo em 1993.


Gasparzinho

Já desafiando os efeitos especiais, Gasparzinho, de 1995, conta com a participação de Christina Ricci, a filha de um exorcista, contratado para tirar os fantasmas de uma velha mansão para que um tesouro seja encontrado.

Sua filha, Kat, acaba conhecendo e fazendo amizade com um dos fantasmas, Gasparzinho. O fantasminha revela para sua nova amiga uma máquina que seu pai criou para poder revivê-lo. Mas o pai de Kat acaba morrendo e Gasparzinho usa a máquina para revivê-lo, tirando sua única chance de estar vivo novamente.

Lembro também de assistir um filme de Gasparzinho com Hilary Duff, de 1995, chamado Gasparzinho e Wendy, sobre uma bruxinha que tem tias loucas. Para derrotar uma ameaça mágica, as bruxas e os fantasmas se unem. Fez parte da infância!


Edward Mãos de Tesoura

Tim Burton e Johnny Depp juntos em uma das mais icônicas produções do diretor, Edward Mãos de Tesoura, em um filme sobre aceitação e amor, produzido em 1990.

Esse filme é muito interessante, visualmente falando, pois mostra um contraste muito grande entre as duas realidades nele retratada. Edward, fruto de um experimento e sua solidão, e a sociedade da pequena cidade em seu bairro perfeito em tons pasteis com festinhas de vizinhos.

Edward é um estranho inserido em uma representação de sociedade perfeita e trabalha diversos assuntos, claro que acentuados pela existência de um ser como ele. E no fim, com um final não feliz, Burton mostra a verdadeira realidade e a intolerância ao diferente.

Quando eu era pequena ficava com pena da condição de Edward, mas esse filme nunca me deu medo. Acho até que ele me dá mais medo agora, mais velha, que consigo enxergar a mensagem por trás do preto e branco e dos tons pasteis.


O Estranho Mundo de Jack

Acredito que este seja um dos filmes que mais assisti no Halloween. Apesar de falar também do Natal, o filme mostra que o Mundo do Halloween é tão influente que até na época mais feliz do ano, os temores e visual macabro prevalecem.

É realmente nostálgico assistir este filme, que apesar do visual e personagens assustadores, consegue mostrar o dia-a-dia de seres que colocam o Halloween como o acontecimento mais importante de suas vidas e que levam o doces ou travessuras ao pé da letra.

Burton trabalha muito bem os questionamentos, as realidades invertidas, e diverte o público com seus personagens excêntricos e músicas.


Os Fantasmas se divertem

Beetlejuice, Beetlejuice, Beetlejuice! Vamos falar de um filme bizarro? Eu não sei como eu assistia esse filme quando era pequena...

Beetlejuice é um filme non-sense e visualmente estranho. E não, essa não é minha impressão de criança e sim de agora. Apesar de eu gostar do filme, não deixo de reparar em suas coisas estranhas.

Um casal recém falecido contrata Beetlejuice para fazer um exorcismo em sua antiga casa, para expulsar os novo moradores. Com isso, acompanhamos Beetlejuice e Lydia em situações pra lá de estranhas. O filme de Tim Burton de 1988 fez tanto sucesso que ganhou uma série animada.


A Noiva Cadáver

Combo! Continuando com a lista, mais uma produção de Tim Burton, que traz um visual mais suavizado, apesar de bem diferente, mas condizente com seu estilo.

Em um filme cinza e uma vida chata, acompanhamos Victor Van Dort cometer um engano ao fazer os seus votos matrimoniais para uma defunta. Victor agora precisa descer até o mundo dos mortos e resolver esse casamento, enquanto sua verdadeira noiva o espera no mundo dos vivos.

Com músicas bonitas e personagens cativantes, A Noiva Cadáver é uma história que envolve o expectador, mesmo com seu tema fúnebre. Esse não assisti muito criança, acho que já tinha uns 15 anos. É uma história de amor, traição e perdão e vale a pena assistir no Halloween!

Me digam outros filmes que vocês assistiam no Halloween aqui nos comentários! E Happy Halloween!!!



Você também pode gostar

Um comentário: