sábado, 28 de maio de 2016

Precisamos conversar sobre o Capitão América, o Agente da HYDRA

 

Bom pessoal, não sou de me envolver em polêmicas relacionadas a quadrinhos, a ponto de escrever grandes textos, porém, desta vez, me sinto na obrigação de comentar a respeito de algo que está acontecendo e que vem me chateando muito. Na verdade, chateando é pouco para o que eu estou sentindo em relação a algumas atitudes de pessoas que se dizem fãs de quadrinhos. Acho que a melhor palavra para descrever o que estou sentindo é vergonha.

Para alguns que não estão entendendo muito, irei explicar a situação. Na última terça-feira, dia 24, começaram a ser divulgados os primeiros spoilers a respeito da primeira edição da nova revista do Capitão América, Captain America: Steve Rogers #1. Muitos fãs do personagem não acreditaram no que estavam lendo. Steve Rogers agora é um agente da HYDRA, a famosa organização terrorista que o personagem tanto combateu. Muitos acreditaram que a informação era falsa, porém, no dia seguinte, dia 25, que era a data de lançamento da edição, a informação foi confirmada e a partir daí o grande problema teve início.

Os fãs da Marvel não aceitaram a mudança drástica que a editora havia feito com o personagem, e também pudera. Steve sempre representou tudo de mais justo e leal dentro de um cenário político fictício, e transformá-lo em um “vilão” de uma hora para outra acaba sendo uma mudança bem radical, na verdade, arrisco a dizer, que foi uma das mudanças mais radicais que a Marvel já fez.

Capitão América: Steve Rogers #1 - Foto: Reprodução da Internet
A nova revista é para comemorar os 75 anos de aniversário de criação do personagem, os fãs não ficaram nada satisfeitos com esse presente. Porém, acho que agora, a grande questão não é o fato de Steve ser ou não um agente da HYDRA, já que a primeira edição da revista não mostra basicamente nada. O próprio roteirista da história, Nick Spencer, informou que a segunda edição irá abordar mais a respeito do passado do herói, e contar sobre essa mudança, já que agora, Steve sempre fez parte da HYDRA, agindo como um infiltrado.

O que vem acontecendo no desde quarta-feira é um cenário de ódio partindo de várias pessoas que se dizem fãs do herói. E também, claro, muita desinformação. Pois muita gente que tem comentado, nem chegou a ler a edição. Nela, como já falei anteriormente, não é mostrado quase nada a respeito dessa mudança do personagem, que vai acontecer de forma gradual ao decorrer das edições. Muita gente vem divulgando informações erradas sem ao menos ter lido o material de base.

Não vou impedir ninguém de ficar chateado ou com raiva da Marvel pela mudança no personagem, muito pelo contrário, eu compartilho dessa raiva também, apesar de não ser grande fã do Capitão América, sei o que ele representa e sempre representou. Sei que essa mudança acaba “jogando no lixo” 75 anos de história e de luta em prol da liberdade e do que ele acreditava ser o correto. Porém, também não posso julgar tudo apenas por uma edição de quadrinho que não conta basicamente nada. 

Fãs americanos começaram uma campanha pesada de boicote a revista, para forçar a Marvel a reverter essa situação. Aí eu paro e penso: tudo bem vocês fazerem esse boicote, mas se isso correr, a segunda edição nunca irá sair e ninguém vai começar a entender o que levou o Capitão a se juntar a organização criminosa... 

Capitão América #22 (Alex Ross) - Foto: Reprodução da Internet
Ao meu ver, não vai adiantar a Marvel simplesmente chegar e mudar o que fez, coisa que eu tenho certeza que não irá acontecer, porque, ao que tudo está indicando, a intenção era realmente causar todo esse alvoroço, apesar de que ele acabou saindo do controle de uma forma que ninguém poderia imaginar. E é justamente agora que eu chego na parte da vergonha, que citei no começo desta matéria.

Desde do lançamento da revista, Nick Spencer vem recebendo várias cartas, e-mail e mensagens no Twitter de fãs que não ficaram nenhum pouco satisfeitos com a situação. Normal você se expressar a respeito de algo que não goste, eu mesmo faço isso muitas vezes. Porém, a situação tomou um rumo muito pior, e delicado quando o roteirista começou a receber ameaças de morte por causa da mudança no status quo do personagem.

Pessoal, temos que lembrar de uma coisa... isso é apenas uma obra fictícia. É um quadrinho. Por mais que você adore, ame, idolatre ou transforme aquele personagem em um deus, nada justiça mandar uma pessoa se matar por causa de uma mudança. Isso chega a beirar o fanatismo, na verdade, não chega... isso de fato é um fanatismo. Desde quando a vida de uma pessoa vale menos do que a de um personagem ficcional? Infelizmente, muita gente não parou para pensar nisso.

Para mim, essas pessoas não podem ser chamas de fãs, justamente por quererem que Nick se matasse apenas por causa dessa mudança. Sei que muita gente vai entender isso como uma crítica, mas é o que realmente é. Até que ponto você, leitor de quadrinho, deixa realmente uma mudança de caráter no personagem influenciar em seus princípios? Aos que estão pedindo a morte do editor, e acreditem, não foram poucas pessoas, Nick recebeu em torno de 900 mensagens de ódios, o que isso os torna tão diferentes dos agentes da HYDRA? Porque para mim, é basicamente o mesmo. Isso para mim não é ser fã do Capitão América que esteve ativo por anos, é justamente o oposto. 

Capitão HYDRA (BossLogic) - Foto: Reprodução da Internet
Temos sim que ficar chateados, com raiva, porém, não devemos partir para o ódio, pois não irá resolver nada. E o mais importante, devemos esperar e ver o que irá acontecer a seguir, pois não dá para ficar especulando sobre o que pode ou não acontecer. A mudança já foi feita. Steve agora é da HYDRA. Tudo que resta é esperar e acompanhar o desenrolar dessa história, que promete grandes reviravoltas.

Até porque, como disse o editor executivo da Marvel, em uma entrevista ao USAToday, “Se isso significa por abaixo o universo Marvel, que seja. Mas nada é tão simples assim”. Vamos esperar os próximos capítulos e ver o que a verdade nos aguarda. Às vezes as coisas não se resumem apenas a um extremo ou outro... um meio termo sempre existe.

Mas agora eu quero saber o que você, leitor, achou a respeito dessa mudança que a Marvel fez na história do personagem. Você achou ou não interessante o fato de Steve Rogers agora (e sempre) ser um agente da HYDRA? Deixe sua resposta nos comentários.

Você também pode gostar

3 comentários:

  1. Ninguém tem que ficar chateado ou com raiva. Nada foi "jogado no lixo". A história nem se desenrolou!!!!! Estão fazendo uma tempestade em copo d'água GIGANTESCA. Eu li a HQ e em nenhum momento ficou claro que ele é mesmo da Hydra, se está infiltrado, se a mãe dele de fato aceitou o convite da outras pras reuniões... as pessoas são COMPLETAMENTE LOUCAS. É como assistir os primeiros 10 minutos de um filme e achar que sabem a história completa. As aparências enganam. Plot twists fazem parte de uma boa história. Tá rolando é muita infantilidade e falta de louça pra lavar, isso sim.

    ResponderExcluir
  2. Também não acredito nesta teoria de que o Cap seja um agente da Hydra, mas acredito que ele esteja infiltrado para expor os verdadeiros vilões...O fato é que a Marvel/Disney, bem como Joe Quesada vêm tomando decisões as quais vêm desagradando muitos fãs de longa data, como o que fizeram com Spidey, com os X-Men, 4 Fantástico,etc além do sumiço do mercado de games como: X-Men Vs SF, MSHVsSF, Marvel Vs Capcom (1,2, 3 e Ultimate) aos quais são raros e vendidos a peso de ouro no mercado de usados...Off.: Fã que fã não ameaça de morte, se não gostou, simplesmente deixe de assistir os filmes, de comprar Hqs, produtos relacionados a determinada editora,emissora,etc.. quem sabe assim essas firmas aprendam a dar ouvidos...

    ResponderExcluir
  3. O fato é que como todo bom caça niquel, qualquer coisa que mude o status do personagem, simplesmente é ignorado em alguns meses e tudo volta a ser como antes. Quantos personagens morreram, voltaram, mudaram tudo e "desmudaram" novamente. É sempre a grande saga que vai mudar tudo o que você conhece só para a próxima saga mudar tudo o que foi mudado e voltar a ser como era antes. Ainda não acredito como as pessoas esquentam a cabeça com isso.

    ResponderExcluir