sexta-feira, 31 de julho de 2015

Aoharu x Kinkajuu: Alguém falou em paint-ball?


A história segue a vida da estudante Hotaru Tachibana, uma garota que se parece com um garoto. Através de circunstâncias estranhas, ela é levada ao mundo de jogos de sobrevivência por um anfitrião, Masamune Matsuoka. Os dois formam um time com o artista de mangás eróticos, Tooru Yukimura, e seguem o caminho para se tornarem os melhores do Japão. (fonte: ANN)

O anime não me chamou muita atenção, principalmente pelo fato de que o primeiro episódio não conseguiu me vender bem a premissa de jogos de sobrevivência. O que aparece na premissa como circunstâncias estranhas são nada mais que algumas interações aleatórias que não contribuem muito com a evolução do enredo.

Os personagens realmente não me impressionaram. Hotaru é uma garota que se parece com um garoto, mas isso realmente não parece significar nada na história a não ser uma tentativa de fazer um pseudo-yaoi. Ao invés de dar uma personalidade mais interessante ao personagem principal, eu não pude deixar de ver nada além de uma tsundere que parece um garoto.


Não é como se fosse a primeira vez que eu me deparo com isso. Outros animes como Gekkan Shoujo Nozaki Kun ou mesmo Danganrompa usam personagens femininas com aparência masculina de forma mais criativa, com certo peso na história. Mas eu acredito que não posso jugar completamente um personagem pelo primeiro episódio, mas acho que é justo dizer que não foi o suficiente para fazer com que eu me importe com nenhum deles.

Infelizmente, eu também não me interessei muito pela ideia de jogos de sobrevivência, apesar que o primeiro episódio mostra muito pouco do que seria isso e talvez seja justo acompanhar mais alguns episódios. Talvez seja algo bem executado e isso seja o suficiente para que meu desinteresse pela ideia em si não tenha peso.


 Provavelmente, o que me deixou desinteressado na ideia foi a “demonstração” de habilidade de Matsuoka. Um personagem que é extremamente habilidoso em algo que não evoca nenhuma tensão, nenhum senso de responsabilidade ou de perigo. Faltou apresentar uma boa motivação para esses jogos de sobrevivência; não é necessário que fosse algo perigoso, como o uso de armas reais, por exemplo; bons mangás de esporte conseguem demonstrar a importância de sua temática, mesmo que não seja uma questão de vida-ou-morte; na verdade, eles conseguem te convencer que na verdade é.

Você também pode gostar

0 default-disqus:

Postar um comentário