quarta-feira, 29 de abril de 2015

RetroAnime | Zillion


Olá, galera, esta semana na coluna RetroAnime trago duas matérias para vocês. Nessa segunda parte farei uma rápida review da série "Red Photon Zillion".

Red Photon Zillion (Akai Kodan Jirion, conhecido apenas como Zillion), é um anime estilo Sci-Fi que foi transmitido em 1987 na Nippon Television no Japão e foi produzido pela Tatsunoko Production em parceria com a Sega. Teve trinta e um episódios, bem como um OVA intitulado "Zillion: Burning Night". Após a produção do anime, Takayuki Goto, o responsável pelo design de personagens, e Mitsuhisa Ishikawa, o produtor de Zillion, criaram a Production IG para aumentar o alcance da série. Foi esse o estúdio que produziu o único OVA da série: Burning Night.


No ano seguinte ao lançamento da série Zillion, em 1988, foi produzida a única continuação do anime. Lançado em VHS, o OVA Burning Night acompanha os protagonistas em uma realidade alternativa, na qual nunca existiram os nozas e os White Knights são uma banda de rock que costumavam tocar em um bar cujo dono é Gordon.

História

No futuro distante, a humanidade se espalhou para outros planetas e sistemas solares. É o ano de 2387 e a mais bem sucedida colônia fora do mundo da humanidade é o planeta Maris, um mundo tão parecido com a Terra que muitos o chamam de Terra II. O planeta Maris está localizado na Via Láctea e apresenta uma variedade de biomas semelhante aos encontrados na Terra, com oceanos, desertos e florestas. Algo curioso é a frequência de eclipses solares ao longo de um ano. Maris foi o lar de uma antiga civilização há muito desaparecida, cuja capital chamava-se Zillios e localizava-se perto das montanhas Kandek, hoje no polo sul. Existem ruínas dessa civilização em diversas regiões de Maris, como em Nefron, Mantril e Karina, sendo esta a maior de todas.

Os humanos desenvolveram grandes cidades em Maris, como D. Glory (onde existe uma central de energia) e Yashima (onde se localiza um laboratório científico). A principal capital humana é Hope, em cujas redondezas se localiza o quartel-general do exército de Maris.

Mas os Marisians estão em perigo. A colônia está sob o cerco do Império Noza, uma raça selvagem de guerreiros-cyborgs que vem de um sistema de estrelas distantes com intenção de matar todos os seres humanos, a fim de pôr ovos e se reproduzir no planeta. Os Nozas são aparentemente invencíveis e indestrutíveis e as Forças da Defesa Marisian estão severamente ultrapassadas.

De início, os humanos têm muita dificuldade para derrotar os nozas, resistentes ao armamento convencional e, rapidamente, os nozas conquistam um terço de Maris. Quando a esperança parece perdida, surge um trio de pistolas que disparam um feixe de energia vermelho capaz de destruir os nozas instantaneamente, elas são apelidadas de "Zillion Weapon System", feitas a partir de "Zillium", uma substância misteriosa que não pode ser analisada, criada ou reproduzida, se tornando insubstituível. Independentemente disso, o feixe de energia da Zillion Gun é muito mais poderoso do que qualquer arma concebida pelo homem e tudo que é atingido por ela é instantaneamente desintegrado.

Uma força de combate de elite chamada de "Os Cavaleiros Brancos - White Knights" é criada rapidamente com três jovens colonos Marisians: JJ, Champ e Apple, escolhidos e especialmente treinados para usar essas armas. Eles são a última esperança de sobrevivência para os colonos.


Equipamentos usados no anime

Veículos:

Big Porter - espécie de avião-cargueiro, transporta os White Knights ao teatro de guerra, geralmente com um segundo veículo acoplado (Land-Carid, Aqua-Carid ou Aero-Carid). Em alguns episódios, é possível ver esquadras com aeronaves similares ao Big Porter. Geralmente, Dable apenas espera o término da missão para recolher a equipe, mas às vezes intervém diretamente no combate, usando artilharia. A base de lançamento do Big Porter fica dentro de um vulcão extinto, próximo à cidade de Hope.

Aero-Caridnota - jato azul menor e mais rápido do que o Big Porter, tem menos poder de fogo do que o cargueiro. Assim como os outros veículos acoplados ao Big Porter, tem função de piloto-automático.

Aqua-Caridnota - submarino amarelo com capacidade de descer a grandes profundidades. Seu armamento é leve.

Land-Caridnota - tanque vermelho com cinco eixos, tem grandes canhões frontais.

Riding-Ceptor - motocicleta azul que tem acoplado um side-car chamado Side-Ceptor. Normalmente, enquanto um White Knights pilota a moto, outro fica em pé no side-car, atirando, com seu pé preso a uma barra. O Side-Ceptor oferece duas armas: uma metralhadora, que fica dentro dele e pode ser usada como arma de mão, e um canhão, chamado Side-Cannonnota 4 , que é instalado externamente e pode ser usado pelo Tri-Charger quando no modo de exoesqueleto.

Tri-Charger - triciclo azul criado por Dable. Apresenta dois modos: "buggy", capaz de andar por diferentes terrenos, e "armolator", quando se torna um exoesqueleto. Nessa forma, o piloto dispõe de grande força e resistência. Além disso, propulsores nos pés ajudam o exoesqueleto a movimentar-se rapidamente e a transpor obstáculos com grandes saltos. O parabrisas do triciclo serve como escudo para a armadura.

Red Guard - um monóculo azul quadrilátero acoplado a um fone de ouvido do lado direito com microfone. O conjunto serve de comunicador, além de auxiliar na mira, visto que os nozas têm velocidade superior. O monóculo ainda pode ser usado para ampliar imagens, prover visão noturna e exibir outras informações.

Armas:

As pistolas zillion teriam sido enviadas por uma entidade superior. Ao longo da série se explica que a energia das pistolas vem de um cristal chamado "zillionium" (zillion-newmer, na dublagem brasileira). O zillionium encontrado pelos humanos em Maris é armazenado em grandes tanques pelo Exército. Não foi dominada ainda a técnica para reproduzí-lo; por isso, a quantidade de zillionium é limitada e reduz à medida que é usado como munição pelas pistolas zillio . O zillionium assemelha-se a um rubi e emite um brilho avermelhado e leve calor. Os primeiros a descobrir o poder desse cristal foram os antigos habitantes de Maris, há muito desaparecidos e cuja capital chamava-se Zillios.

Apenas os Cavaleiros Brancos têm permissão para manusear as zillions e têm ordens para nunca deixa-las cair em mãos inimigas, destruindo-as se necessário. Após J.J. destruir sua própria zillion para salvar Apple e Eimy de Ricks, Dable refaz as pistolas, passando a ter aparência e funcionamento distintos. Até então, a Academia de Ciências de Maris já havia dominado todo o sistema interno das pistolas, à exceção do funcionamento da caixa-preta. Por isso, não há meios de produzir novas zillions.

Zillion - as zillions são exatamente iguais, com visual bem retangular. Elas são conectadas por um fio a uma pequena bateria (energy pack) retangular presa à cintura. Demoram 0,5 segundo entre cada disparo e 30 segundos para recarregar após ser trocada a bateria. Existe constante preocupação para não desperdiçar a carga da bateria. Às vezes, Champ acopla um extensor ao cano da pistola e uma ombreira, para atirar a longa distância com precisão.

Nova zillion - Dable quase morre ao criar a nova pistola de J.J. a partir da caixa-preta da pistola original. As armas passam a ter visual mais arredondado. É acoplado à pistola de Apple um acessório que funciona como submetralhadora, com rajadas de disparo automáticas. O acessório da pistola de Champ a transforma em rifle de longo alcance, assumindo a função de sniper. J.J. é o único a continuar usando uma pistola simples, sem acessório. As zillions passam a ter duas funções: "normal" e "super". No segundo modo, a arma dispara uma super-rajada, consumindo toda a carga da bateria. Essa passa a ser interna, não mais conectada externamente por um fio; porém, ainda é possível repor uma bateria descarregada por outra nova.

Forças em Conflito


White Knights/Cavaleiros Brancos

Os protagonistas da série formam o grupo de elite do exército de Maris, os White Knights. São os únicos permitidos a manusear as pistolas zillion. Os combatentes foram escolhidos por meio de um programa de computador e são liderados por Gordon. Estão constantemente em treinamento em um simulador e residem no quartel-general do Exército, próximo à capital de Maris, Hope. Os nomes dos três principais combatentes dos White Knights não são revelados, sendo conhecidos apenas por codinomes: J.J., Champ e Apple.

J.J.: o personagem principal é na verdade um anti-herói. J.J. é preguiçoso, impulsivo, guloso e mulherengo. Acredita-se que tenha sido escolhido por um erro do computador que selecionou os combatentes de White Knights; a pessoa correta seria um cadete chamado Barth . J.J. prestava serviço militar na base Korota, junto a seus amigos Nick, Bo, Machi e Moga.

Champ: frio, calculista, esnobe e presunçoso. Champ é um excelente atirador e sempre exige a perfeição de seus colegas nos treinamentos. Passou a infância na cidade D, junto a seu amigo Borsaid (Sam), o qual também o chama apenas por seu codinome. Gosta de tricotar.

Apple: de personalidade forte, deixa a delicadeza de lado, apesar de ter belos atributos físicos. Apple tem conhecimentos médicos, além de ser exímia lutadora. Toca gaita harmônica.

Dable (Dave): o grande gênio do grupo e exímio piloto, responsável pelo desenvolvimento de vários equipamentos. Dable queria ser um dos combatentes dos White Knights, mas não conseguia atirar bem. Dable acredita ser um covarde, por ter congelado de medo em seu primeiro combate. Desistiu de ser um combatente e passou a trabalhar na equipe de suporte.

Eimi Huristin (Emi): secretária do grupo, é famosa por seu horrível café. No início, é objeto de disputa entre J.J. e Champ. Nutre um amor de infância por seu vizinho Max Shido (Macks), tenente da força aérea.

Gord (Gordon): comandante dos White Knights, não raro questiona ordens do Estado-Maior do Exército de Maris para proteger seus subordinados. Preferiu esse posto em vez de seguir carreira no oficialato justamente para ter liberdade de ação. Gosta de fumar e foi piloto de caça na juventude.

Opa-Opa (Bongo): mascote da equipe, é um robô voador criado por Dable, muito diligente e responsável.

Upa-Upa: rôbo similar a Opa-Opa, também criado por Dable.

Bernstein: comandante supremo do Exército de Maris, foi colega de Gordon na Academia Militar. Os dois ainda nutrem rivalidade.

Adie (Mary): amiga de J.J., tornou-se mentirosa após ver os pais serem mortos por nozas. Passou a ser criada por uma amiga, Jill (Gal).


Nozas

Os nozas são uma raça alienígena que invade o planeta Maris. Têm força e velocidade superior, além de tecnologia mais avançada. São resistentes ao armamento humano convencional, ficando apenas temporariamente caídos quando atingidos. O ataque noza não poupa civis, nem mesmo crianças. Eles compartilham uma inteligência coletiva, não costumam apresentar emoções e têm visão noturna infravermelha. São comandados pela imperadora Admiss (rainha, na dublagem brasileira), responsável pelos ovos da nova geração. Além dela, três casas reais compartilham o poder.

A cada 12 mil anos (120 mil anos, na dublagem brasileira), os nozas passam pela chamada "grande expansão" (ou "era da reprodução"), quando uma grande quantidade de casulos eclode, substituindo a geração corrente, que passa a deteriorar-se lentamente, inclusive a imperadora. Nesse período, é vital para eles encontrar um novo planeta que sustente o nascimento da nova geração. Há muito tempo, avançaram os limites de seu planeta natal, esgotando os recursos de cada novo planeta ocupado na Via Láctea. Por isso, é fundamental o domínio de Maris. Em essência, estão na mesma situação que os humanos. Para derrotá-los, os nozas aprenderam, inclusive, os idiomas falados pelos homens. Não resta muito tempo para os alienígenas: os nozas têm apenas três meses para conquistar Maris.

Os nozas são seres tecno-orgânicos que fundem partes biológicas com outras tecnológicas, a exemplo de sua couraça exterior. Quando dominam uma região de Maris, passam a fundir tecnologia com o ambiente, permeando o solo com extensões artificiais.

Barão Ricks: comandante-geral das tropas nozas, porta sempre uma espada. Ao longo do seriado, passa a nutrir rivalidade com J.J. e mesmo admiração. Devido às derrotas impostas ao exército noza pelos White Knights, Ricks chega quase a ser destituído de sua patente.

Admiss (Adamis): comandante supremo e imperadora dos nozas. Preocupada com a continuidade da espécie durante o período da grande expansão, não hesita em usar a força para conquistar o planeta Maris.

Doran: subcomandante-geral e braço-direito de Barão Ricks.

Ghost Kite Line (Condor Espacial): um autômato disfarçado de ave que espia os passos dos exércitos humanos. Apesar da presença constante, não interage com os protagonistas, tendo sido percebido apenas uma vez por J.J.

Ciborgues: criados pelos nozas, são chamados nohza-goliaths (cibermetal, na dublagem brasileira). São mais resistentes ao poder de zillion, geralmente perdendo apenas o membro atingido pelo disparo, o qual é reposto após retornarem à base.

Gerdock: tem uma espada dentada que se projeta do braço direito, ao passo que a mão esquerda é extensível.

Soleir: capaz de voar e tem lâminas que se projetam dos braços.

Nabaro: equipado com diferentes tipos de mísseis.

Curiosidades


"Zillion" gerou dois jogos para o Sega Master System, Zillion (um jogo de ação semelhante à Missão Impossível com um pouco de Metroid) e Zillion II. Ele também deixou um legado por se tornar o primeiro anime a se inspirar em um periférico do sistema de vídeo game, ou seja, o Light Phaser do Master System.

Apesar do sucesso cult dos jogos, o anime Zillion teve apenas uma pequena chamada de lançamento no início de 1990 nos Estados Unidos. Os cinco primeiros episódios da série de TV, bem como a OVA Burning Night foram lançados em VHS pela Streamline Pictures.

Em 1993, a Eternity Comics publicou uma adaptação ocidental, escrita por Tom Mason, desenhada por Harrison Fong e letras de Tim Eldred.

No início dos anos 80, a Sega lançou uma arma de brinquedo para ser usada em um jogo similar ao paintball, mas que usava infravermelho em vez de tinta para atingir um alvo (Zillion Badge) triangular preso ao peito do adversário. Quando atingido, o alvo disparava um alarme e piscava, indicando que o jogador estava fora da partida. Esse sistema era chamado de lasertag e se parecia com o Q-SAR, brinquedo desenvolvido pelo australiano Geoff Haselhurst e pela Omnitronics. A Sega batizou seu brinquedo de Zillion, por soar uma palavra futurista; significa, literalmente, "zilhão", ou seja, um número incontável. O brinquedo de lasertag Zillion teve muita popularidade no Japão, o que estimulou a Sega a investir em um anime que servisse de publicidade para seu produto, especialmente porque os planos eram vendê-lo em outros países. Formou-se, então, a parceria entre Sega e Tatsunoko Production.

Os designers do anime não copiaram apenas o desenho da zillion de brinquedo. O alvo que se prendia ao peito do jogador e mesmo a bateria conectada por um fio à pistola foram transportados para o anime. Outra característica curiosa é o tempo que a pistola leva para carregar entre um disparo e outro, além da limitação da bateria. São detalhes presentes tanto no brinquedo quanto no anime.

O sucesso da série foi tão grande que inspirou o design da Light Phaser, pistola de luz do console de 8 bits Master System, da Sega. Por sinal, em um episódio do anime, J.J. aparece jogando com um Master System. Outra referência direta da Sega no anime é o personagem Opa-Opa, que um ano antes havia estreado no jogo Fantasy Zone, para arcades. O jogo ficou tão famoso que Opa-Opa é considerado o primeiro mascote da Sega. Seria desenvolvida, posteriormente, uma versão desse jogo para Master System, NES e outros consoles, além de continuações.

Algumas curiosidades envolvem a ação de marketing criada pela Sega. Uma delas é que os dois jogos de videogame criados a partir do desenho animado não usam o Light Phaser. Outra curiosidade é que, em determinada altura do anime, é criado um novo design para as pistolas zillion, passando a ter formato diferente do Light Phaser; o brinquedo de lasertag, por sua vez, acompanhou o novo desenho, inclusive a bateria interna, não mais conectada externamente por um fio.

Legado

Zillion obteve grande sucesso tanto no Japão quanto em outros países, como Brasil, França e Espanha. Nos Estados Unidos, a série não teve uma exibição regular e foram dublados apenas os primeiros cinco episódios, o que dificultou sua popularização no país.

Na premiação anual "Atom", o desenho recebeu diversos prêmios, entre eles melhor obra e melhores personagens masculino e feminino (J.J. e Apple, respectivamente).

Além disso, diversos brinquedos e jogos eletrônicos foram produzidos em fins dos anos 1980 e inícios dos anos 1990, além de outros itens. Zillion foi o primeiro anime a inspirar um acessório de videogame: a pistola de luz Light Phaser, do Sega Master System.


Outras obras inspiradas em Zillion

Elementos do anime Zillion apareceram em outras produções ao longo do tempo:

Uma pistola laser com o mesmo desenho da zillion era usada no anime Chôon Senshi Borgman (Sonic Soldier Borgman), produzido em 1988 pela Sega. A pistola se chamava Borgman. Um jogo foi produzido para Master System baseado nesse anime em 1988, chamado no Ocidente de Cyborg Hunter.

No episódio 18 do anime Oraa Guzura Dado (Binsky), J.J. e Apple aparecem rapidamente de mãos dada. A série é um remake produzido pela Tatsunoko Productions em 1987, baseado no anime homônimo lançado em 1968.

No videoclipe da música Scream, de Michael e Janet Jackson, temos a parição de J.J. em uma cena.

Ruby Bullet é uma pistola que aparece nos jogos Phantasy Star Online Episode I & II, lançado para o Game Cube em 2002. De acordo com a descrição no jogo, essa pistola é uma antiga arma que se acredita ter sido dada à raça humana por um ser divino em torno do ano 'AUW' 1980.

Considerações Finais...

Agora sobre a ideia geral deste anime, muitos podem achar uma bobagem por girar em torno de três adolescentes que lutam contra um exército alienígena com três armas “mágicas”. Tirando a descrença pela ideia, achei Zillion um anime excelente de assistir.

O anime tem bastante ação e uma boa dose de humor devido às interações entre os três personagens principais. O anime é limpo, sem sexualidade gratuita para se preocupar e tem um certo nível de violência, uma vez que é sobre uma invasão alienígena. O trabalho de animação por ser de 1987 parece um pouco defasada em comparação com animes modernos, mas ainda é bastante bom. Em conclusão, eu diria que, se você estiver procurando por uma luz, um anime não complexo, mas divertido e PG classificado para assistir com a família, então eu sugiro que você dê a Red Photon Zillion uma tentativa.

Semana que vem um grande clássico para vocês, uma obra prima do CLAMP para deixar todos os fãs felizes!!


Você também pode gostar

Um comentário:

  1. Adoro esse anime !!! Marcou muito os "otakus velhos" brasileiros!

    ResponderExcluir