The Wicked + The Divine junta ícones pop, deuses e a dualidade da vida


E se os deuses reencarnassem em ícones pop e influenciassem a humanidade a partir dai? Pois bem, essa é a principal premissa de The Wicked + The Divine, quadrinho lançado aqui no Brasil pelo selo Geektopia da editora Novo Século.

The Wicked + The Divine é um quadrinho que começou a ser lançado em 2014 nos Estados Unidos. Escrito por Keiron Gillen e desenhado por Jaime McKelvie, nós acompanhamos um grupo de pessoas conhecidos como "Panteão", porém, não acaba por ai. Cada um dos membros deste grupo é a reencarnação de uma divindade diferente.

O "Panteão" é formado por 12 deuses que reencarnam no corpo de jovens adultos a cada 90 anos. Esses deuses são de diversas mitologias e religiões, e não existem um padrão para que eles voltem a Terra. Os membros nascem como uma pessoa comum, porém, quando sua origem divina é revelada, eles passam a ter o tempo limite de vida de 2 anos, até que morram e um novo ciclo de reencarnações seja iniciado.

No Volume #1 nos acompanhamos o começo da história de Laura, uma jovem garota que será arrastada para esse mundo de deuses e que também será a personagem principal da história. Ela é fã do "Panteão" e sua jornada começa quando vai ao show de Amaterasu, a deusa xintoísta do sol, e acaba conhecendo ninguém menos do que Lúcifer, a rainha do inferno. A partir deste momento, Laura vê sua vida ligada não só a Lúcifer, como também a de outros deuses, e sua vida passará por uma grande mudança.

O principal tema do quadrinho é a relação entre a vida e a morte, um tema que Gillen escolheu baseado em uma experiência pessoal, que foi descobrir que seu pai estava com uma doença terminal. Então a todo momento ele apresenta esse tema usando os deuses como esses serem que aparentemente não temem a morte, porém, tem um período limitado de tempo para viver na Terra, e fazem isso da melhor forma que conseguem.

Outro ponto bem notável é a inspiração na música e em ídolos pop. Os membros do Panteão são baseados em grandes astros da música, e a partir dai, é trabalhado toda a questão da glória, do sucesso e em como eles lidam com tudo isso.

Para quem é fã de Deuses Americanos de Neil Gaiman, The Wicked + The Divine é um quadrinho que deve ser lido. Mesmo que com uma premissa completamente diferente, ainda sim podemos ver que eles se assemelham bastante ao retratar deuses vivendo entre pessoas normais, e em como essas pessoas lidam com essas divindades.

Se puderem, tenham esse quadrinho na coleção, pois ele é muito bom e vale a pena. É uma leitura que te envolve do começo ao fim, te dando sempre o gostinho de querer mais.

Um comentário:

  1. Parece o plot de Raise Kamika.
    A diferença é que nesse mangá que eu citei, o local de nascimento faz com que um deus/deusa da mitologia daquele país reencarne na pessoa, independente da sua ascendência (de onde seus pais vieram).

    ResponderExcluir

author
MEGA HERO
O nosso propósito é compartilhar conteúdo de qualidade e inspirar você a criar.