segunda-feira, 17 de julho de 2017

O Inverno chegou e Westeros ficará em chamas na Sétima Temporada de Game of Thrones


Após uma longa espera, Game of Thrones finalmente retornou com uma grande abertura para a sua sétima temporada. Prometendo ser a mais cinemática e ambiciosa até agora, a temporada teve sua estreia em um tom contido, revelando o paradeiro da maioria dos seus protagonistas e preparando o terreno para as grandes batalhas e eventos que vem por ai.

Atenção! Essa matéria contém spoilers do episódio 7x01!

O episódio teve seu início em possivelmente uma das mais brutais, mas muito desejada por boa parte da fanbase, cenas das últimas temporadas. A Casa Stark, desde o começo da série, conquistou muitos com o carisma, lealdade e honestidade dos seus membros, assim como criou muito sofrimento para os fãs que tiveram que suportar todas as traições e perdas por eles sofridas, em especial no infame Casamento Vermelho. Desde então, os Frey se tornaram uma das mais odiadas casas de Westeros, até que finalmente os Stark tiveram sua vingança ao final da sexta temporada, quando Arya assassinou Walder Frey.

A entrada da nova temporada ocorreu com um banquete na Casa Frey, Nas Gêmeas, com o falecido Walder Frey parabenizando seus filhos e demais membros da Casa. Dada a sua morte, a cena poderia ter sido um flashback, mas após uma breve mudança no seu discurso, qualquer espectador atento pôde perceber que muitas mortes estavam prestes a ocorrer. Em um momento muito gratificante, todos os Frey começam a cair envenenados enquanto eram lembrados do que fizeram contra os Stark e Arya se revela do disfarce de Walter, terminando a cena com a icônica frase "O Norte se lembra".

Arya (Maisie Williams) e o soldado Lannister representado pelo cantor Ed Sheeran - Foto por HBO

Seguidamente a essa fria cena, vem a abertura e começa a sétima temporada. Se uma coisa pode ser tirada desse prólogo, é que a penúltima temporada de Game of Thrones, como não foi diferente no restante da série, terá sua boa quota de mortes e histórias a muito iniciadas terão suas recompensas nesse novo ano.

O episódio, no geral, faz um bom trabalho nisso. Várias pontas deixadas e subtramas anteriores são relembradas e exploradas na estreia, sendo bastante tempo utilizado para relembrar o espectador dos rápidos acontecimentos da temporada passada e revelar um pouco do caminho que cada personagem principal seguirá dessa vez.

Há, então, uma breve cena de Bran chegando a Castelo Negro, onde é recebido por Edd. Apesar de sua participação terminar por ai, como o novo Corvo de Três Olhos, Bran possui muita informação que será crucial para a vitória contra o Rei da Noite, com certeza aparecendo mais no futuro.

Em Winterfell, Jon Snow, agora liderando o Norte, precisa lidar com as consequências da Batalha dos Bastardos. Como mostrado no episódio, há certa divergência de opiniões sobre como governar as casas do Norte entre Jon e Sansa. Após aguentar todo o abuso de Joffrey e Ramsay, Sansa certamente quer sua independência, por isso entrando em conflito com Jon. Muito provavelmente, essa disputa de poder sobre a liderança do Norte será um dos temas abordados ao longo da temporada, em especial com a presença de Mindinho como um especial causador de problemas.

A relação entre o Mindinho (Aidan Gillen) e Sansa (Sophie Turner) será um dos temas da temporada - Foto por HBO

Passando para Porto Real, Cersei está sobre o seu quase pronto mapa de guerra, quando Jaime a encontra. Com o incontestável fato de que eles estão cercados por inimigos (Os Stark ao norte, Daenerys ao leste, Dorne ao sul e os Tyrell ao oeste), Cersei busca novos aliados marcando um encontro com Euron Greyjoy e sua incrível armada. Com o crescente espaço dado aos Greyjoy na série, a sétima temporada finalmente é o momento em que sua participação será vital. O conflito de Euron como principal apoiador de Cersei contra Theon e Yara ao lado de Daenerys será outro ponto que provavelmente terá uma conclusão ainda nessa temporada, uma vez que os trailers mostram uma grande batalha de navios que acontecerá.

Já Cersei, ainda que pareça encurralada, certamente não será facilmente vencida. Ainda que a ameaça dos Caminhantes Brancos seja muito real, grande parte das batalhas da temporada provavelmente focaram o confronto entre o exército de Daenerys e de Cersei, então há muito para se esperar. Além disso, outra grande batalha deve ocorrer em Rochedo Casterly, onde Jaime defenderá a última fortaleza dos Lannister.

Cersei (Lena Headey) e Jaime (Nikolaj Coster Waldau) encaram ainda mais inimigos - Foto por HBO

Ao longo do episódio é revelado, ainda, que Arya está se dirigindo para Porto Real, havendo um cômico encontro com soldados dos Lannister, estando, entre eles, o participante convidado e cantor Ed Sheeran. Esse breve momento serve como bom ponto de descontração, em especial quando Arya conta aos soldados que planeja matar a Rainha e todos caem na risada. Afinal, como uma garotinha conseguiria fazer isso?

Outro instante usado para aliviar a tensão do episódio é a vida de Sam como aprendiz na Cidadela. Apesar de estar lá para adquirir conhecimento necessário para derrotar o exército dos mortos, Sam passa seus dias lavando latrinas e preparando comida para os idosos Meistres. Em um tom diferente das demais cenas, a nojenta e exaustiva rotina de Sam é rapidamente mostrada ao espectador de um modo engraçado em um ambiente bastante similar a Hogwarts, mas como apontou o produtor Bryan Cogman “Sam aparece nesse lugar incrível, onde ele acha que conseguirá todas as respostas e todos os seus talentos serão colocados em bom uso. Mas isso não é Hogwarts e o meitre não é Dumbledore.

Na Cidadela, Sam descobre que Pedra do Dragão, onde Daenerys está, tem jazidas do Vidro do Dragão, uma das poucas coisas que pode matar um Caminhante Branco. Ele encaminha a mensagem para Jon, sendo este provavelmente o elo que fará Jon ir até Daenerys.

Também vemos mais do Cão de Caça, Sandor Clegane, que viaja junto a Thoros de Myr e Beric Dondarrion. Clegane tem uma visão nas chamas da chegada do exército dos mortos na Muralha, confirmando a jornada do grupo para sua direção. Muito possivelmente, eles se encontraram com Jon antes de cruzar a Muralha e em algum momento estarão cercados de caminhantes, como mostram os trailers da temporada.

Ao final do episódio, Daenerys e seu exército finalmente chegam à Westeros, tomando a Pedra do Dragão para si. Em silenciosas, mas poderosas cenas, Daenerys caminha pelas paredes do castelo, chegando ao trono e à mesa de guerra antes usados por Stannis. O curto momento é bastante significativo para qualquer fã, uma vez que, desde o início de Game of Thrones, a chegada de Daenerys a Westeros é premeditada.

A estreia da sétima temporada se encerra, assim, com um simples "Vamos começar?" vindo da Mãe dos Dragões, que provavelmente foi respondido por sonoros "SIM" vindos dos espectadores.

Você também pode gostar

0 default-disqus:

Postar um comentário