segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Parceria entre Crunchyroll e Funimation pode aquecer o mercado de anime no Brasil


Em tempos onde a televisão aberta e fechada disputam uma guerra (onde sabemos quem vencerá no final) com os serviços de stream, uma nova parceria entre duas grandes empresas pode deixar o lado das transmissões on demand com ainda mais força.

Já escrevi algumas matérias para o Mega Hero onde falo abertamente sobre o que acredito que pode acontecer com a televisão e como a internet ampliou o leque de possibilidades quando o assunto é assistir uma série ou um filme a um clique de distância. A invasão de serviços como Netflix, Crunchyroll, Hulu, entre outros, é a prova que o mercado está mudado (não mais mudando) e quem não se reinventar poderá pagar um preço bem caro a longo prazo. Até mesmo a maior emissora do país, a Rede Globo já mostrou que não quer ficar para trás nessa tendência e lançou o Globo Play.

A última grande surpresa foi a parceria entre duas grandes (se não as maiores) empresas de distribuição de anime nos Estados Unidos. A Crunchyroll e Funimation. fecharam um acordo para que ambas possam compartilhar seus acervos. A já conhecida pelos brasileiros Crunchyroll ficará responsável pelo conteúdo legendado e para aqueles que apreciam a dublagem, a Funimation tomará conta dessa parte. Para nós isso é fantástico!

Vai ser difícil escolher qual anime assistir - Foto: Reprodução internet

Atualmente conseguimos assistir a praticamente todos os anime atuais de forma legalizada e rápida. A Netflix (mesmo que de forma tímida) e Crunchyroll conseguem atender as nossas demandas e oferecer um serviço prático e de qualidade. Porém vez ou outra, é comum não termos determinada série porque ela é oferecida por outro serviço que até então não demonstrou muito interesse em chegar por aqui, a Funimation. Um detalhe interessante é que a empresa também é conhecida por lançar seus anime em DVD e Blu-Ray no mercado norte americano, semelhante ao que a PlayArte faz atualmente e a Focus Filmes fazia no seu auge. Esse ponto deve ser ressaltado porque o lançamento em mídias físicas cria um investimento maior em dublar as séries ao invés de transmitir apenas com legenda no serviço por streaming.

Abrindo um parêntese, os fãs de Tokusatsu podem comemorar? Talvez seria a resposta mais correta nesse momento. A Crunchyroll já vem fazendo um trabalho primoroso com as séries da franquia Ultraman, exibindo algumas delas em simultâneo com o Japão já a Funimation é mais tímida nesse seguimento, apesar de ser a responsável pela distribuição de Shin Godzilla (2016) nos cinemas norte americanos, o que temos mais perto de Tokusatsu em seu serviço é o longa metragem Zebraman 2 de 2010.

A versão japonesa do Rei dos Monstros chega em breve nos EUA - Foto: Reprodução internet

O maior ponto positivo de toda essa história é que agora não será preciso assinar dois serviços para desfrutar das produções nipônicas nos EUA e isso acaba respingando em nós de forma positiva, porque agora teremos todo o material unificado em apenas um site. Por outro lado existe a falta de competição tanto nos Estados Unidos quanto no Brasil. Apesar da Funimation ter dito que irá baratear seu serviço, nada impede que futuramente o preço aumente, o mesmo pode acontecer aqui no Brasil pela Crunchyroll, já que seus únicos concorrentes são a Netflix que possui um catálogo inferior e o novato e tímido Wow Play, que até o momento não mostrou ser um serviço atraente para os fãs que consomem obras japonesas. Tudo isso pode acabar levando novamente o fã brasileiro a consumir produtos piratas, uma cultura que já está enraizada aqui no país mas que perdeu força no mercado norte americano nos últimos devido ao número de produções legalizadas por lá.

No momento prefiro olhar apenas para os pontos positivos. Nós brasileiros vamos ganhar muito com essa parceria, muito material inédito vai chegar e o mercado vai dar uma aquecida considerável. Vamos ficar de olhos abertos? Vamos sim! Mas enquanto isso vou ligar meu notebook e assistir aquele anime bacana da temporada.

E você? O que achou dessa parceria? Deixe nos comentários.

Você também pode gostar

3 comentários:

  1. Sei ñ véi c tah otimista d+,sabemos que a Funi tah poko se fodendo pra AL tanto que qd isso foi anunciado no forum americano do CR foi gente daqui do HUEZIL e de países latinos td reclamar lah pois sabemos que isso vai mudar em nd a situação u.u

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bom sempre levantar a bandeira do otimismo. A parceria acaba beneficiando o Brasil de certa forma sim, visto que o catálogo vai dar uma ampliada considerável. Querendo a Funimation ou não, o Crunchyroll já tem alcance aqui e vai distribuir as séries.

      O ponto negativo que aponto é justamente a falta de concorrente no mercado, o que faz com que ambas as empresas sejam soberanas por aqui.

      Excluir
  2. Eu apoio muito essa iniciativa até porque os serviços de estreaming são os únicos a mostrar que estão interessados em nos mostrar o que a gente gosta diferente da midia televisiva que só fica exibindo desenhos chatos alguns até legais mais em maior parte só exibem noticiários e novelas e por um unico ponto positivo da midia televisiva é que de vez em quando a Fátima Bernardes fala sobre cultura japonesa no seu programa e o Raul Gil que todo domingo faz competição de K-Pop no seu programa então a midia dos estreamings é importante para o país pois mesmo que a gente pague pelo serviço vale sim a pena pagar pra assistir quando a gente quer assistir

    ResponderExcluir