sexta-feira, 19 de agosto de 2016

As manifestações culturais de Tokusatsu no Brasil


Gostar de Tokusatsu é realmente uma arte! Passar horas na internet procurando imagens raras para colocar em um acervo pessoal e baixar episódios é quase a rotina de um Tokufã.

As redes sociais ajudaram muito a ampliar esse público. Outrora você não tinha como conhecer uma pessoa que gostava do mesmo Super Sentai que você e muito menos participar de fóruns de discussão. Depois de uma época onde a maior parte de informação era graças a revistas (Olá Herói!), a internet proporcionou a criação da Tokunet (termo que já comentamos na matéria anterior).

Mas fugindo um pouco do âmbito "online", quais outras oportunidades tivemos (ou temos) aqui no Brasil para encontrar aquele amigo que gosta de Tokusatsu? Desde o inicio dos eventos de cultura japonesa que grupos locais se mobilizam para reunir os fãs dos heróis de spandex japoneses. As conhecidas salas temáticas ganharam notoriedade em meados dos anos 2000 com a ajuda de sites como Megasatsu e Tokubrasil. Não demorou muito para o modelo passar a ser "copiado" por outros produtores de evento pelo Brasil e bem pouco tempo, todo evento de anime tinha sua salinha de exibição de Tokusatsu.

Alguns desses fãs (que também posso chamar de produtores de conteúdo) não se contentaram apenas com salas em eventos e arriscaram criar seus próprios eventos voltados ao gênero. No embalo da exibição de Ultraman Tiga para comemorar 30 anos da franquia Ultraman (foto ao lado), a gibiteria Comix Book Shop organizou o evento Ultracon (1996), no Anhembi, auditório Elis Regina, localizado em São Paulo, capital. O evento foi encabeçado por nomes conhecidos do universo Tokusatsu como Alexandre Nagado e Marcelo Del Greco. Também houve uma Ultracon no ano 2000 e uma terceira e última com a presença de Ricardo Cruz também no mesmo ano. Vale ressaltar que essa não foi a primeira iniciativa com o gigante prateado. Em 1991, Alexandre Nagado promoveu um min-evento na Gibiteca Henfil, no bairro da Vila Mariana, zona sul de São Paulo. O evento comemorou os 25 anos do herói com palestra, exposição de ilustração e exibição em VHS.

Paralelo às salas de exibição em eventos como AnimeFriends e AnimeCon, fãs se reuniam em locais como o Centro Cultural de São Paulo para assistir seriados clássicos dos anos 70, 80 e 90, dar um belo passeio no bairro da Liberdade também em São Paulo. Em Salvador o site OLAAC (Oxente Live Action Anime Club de 2001) organizava exibições mensais de Tokusatsu e como naquele período o material era escasso na internet, toda exibição era motivo de comemoração.

Só abrindo um parentese. Para quem não sabe o AnimeCon foi o evento pioneiro aqui no Brasil de cultura pop japonesa. A feira começou em 1999 e ao decorrer dos anos trouxe artistas como a Kira da Band Kids e o dublador Toru Furuya (Saint Seiya). Sentiu saudades? Quem sabe não role uma matéria sobre esses eventos depois aqui no Mega Hero.

Com o passar dos anos o evento Anime Friends cresceu de maneira descomunal em São Paulo e a Yamato, produtora responsável começou a ramificar para outras regiões do Brasil com eventos menores, só que carregando o mesmo peso de qualidade. Foi nesse período que os fãs de Tokusatsu tiveram o privilégio de conhecer os seus cantores favoritos. Akira Kushida, Nobuo Yamada, Psychic Lover foram alguns dos nomes que passaram por aqui. Recentemente a Yamato proporcionou encontros com atores que marcaram época no Brasil com as suas séries, como Takumi Tsutsui (Jiraiya) e Tetsuo Kurata (Kamen Rider Black).

Tetsuo Kurata no Anime Friends 2015 - Foto: Reprodução internet

Fora do núcleo de grandes eventos outros grupos começaram a se manifestar em suas regiões. Em São Paulo, seguindo os moldes de encontros antigos o grupo Shocker Project realiza todos os Sábados exibições com séries de heróis japoneses desde 2013. No Rio de Janeiro em 2014 aconteceu a primeira edição do Henshin Rio um grande encontro de fãs de Tokusatsu com exibições, exposição de brinquedos, karaokê e videogames. Já em Belo Horizonte o site Senpuu realizava encontros com fãs para papear e falar de Tokusatsu, a última edição aconteceu em 2013.

Gostaria se me permitirem de falar também do evento que o Mega Hero realiza desde 2012, na época éramos chamados de Toku Bahia (Alguém lembra?). O Super Nippo Heroes é um projeto que criamos em inspiração dos grandes encontros que aconteciam no Brasil. Com uma edição ano sim, ano não o projeto traz circuitos de palestras e bate-papos além de exibições e atividades temáticas.

Por fim, a Tokunet ganhou em 2015 um grande evento promovido pela Sato Company (Sim. aquela que trouxe Cybercop aqui para o Brasil). Intitulado apenas de Festival de Tokusatsu, o evento foi uma parceria da produtora junto com a PlayArte para resgatar as antiga séries que passaram no Brasil. Foi uma oportunidade única para os fãs assistirem Changeman e Jaspion nas telas de cinema e voltar a infância mais uma vez.

Primeira edição do Super Nippo Heroes em 2012 - Foto: Mega Hero

É muito incerto traçar como será as manifestações futuras de fãs de Tokusatsu aqui no Brasil. Infelizmente esse vasto universo ainda é um nicho aqui em nossa Terra e não tem o mesmo impacto que outras produções, sobretudo norte-americanas. Mas como um apreciador desse segmento da cultura nipônica, continuo acreditando que o amanhã será sempre melhor e com muito mais Tokusatsu.

E você, conhece alguma manifestação de Tokusatsu na sua cidade? Tem alguma história para contar? Deixe nos comentários.

Você também pode gostar

0 default-disqus:

Postar um comentário