sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Hardcore: Missão Extrema é uma ótima ideia, mas será que funciona como filme?


Com lançamento previsto para o dia 8 de abril nos Estados Unidos, Hardcore: Missão Extrema promete ser um filme de ação e ficção cientifica "totalmente em primeira pessoa". Se ainda não viu o trailer do longa-metragem, dá uma olhada logo abaixo:



O que me deixou mais curioso ao ver o trailer brasileiro do filme é de colocarem que "Do diretor de Procurado" que seria o cazaque Timur Bekmanbetov. Entretanto, essa foi uma completa bola fora da Diamond Films Brasil, distribuidora da película por aqui. Na verdade, a película é do russo Ilya Naishuller e não existe motivo para valorizar mais o produtor (Bekmanbetov) do que o verdadeiro criador da história.

Mesmo sendo menos famoso, Naishuller tem um estilo próprio que ficou mundialmente conhecido em dois videoclips da banda Biting Elbows, ambos também em primeira pessoa e que tratam de uma história com ficção e muita ação. Vejam abaixo a história que se divide em duas partes e usa muito bem a sua trilha sonora para trazer um thriller competente e que te prende do início até o fim:

1ª parte: Biting Elbows - The Stampede



2ª parte: Biting Elbows - Bad Motherfucker



A questão que fica se o Hardcore funcionará tão bem quanto esses dois videos, que parecem ter a medida certa por conseguirem trazer uma ação frenética em poucos minutos de exibição. Não dá para tirar conclusões precipitadas através do trailer do filme, mas o tom meio didático de algumas cenas fazem parecer um grande videogame humano. Isso não seria de todo mal para uma geração criada a base de games nesse estilo, mas demonstra um certo tateio para suprir os 90 minutos previstos na trama.

Por outro lado, a informação de que todo o filme foi produzido de forma independente pela equipe e tenha utilizado do crowdfunding apenas na pós-produção é uma boa notícia, já que assim não temos influências de investidores ou produtoras na concepção da obra.

Agora é só esperar a estreia de Hardcore: Missão Extrema para saber de verdade como o filme funciona. Entretanto, nos cinemas brasileiros a previsão ainda é para Julho, o que pode mudar se a repercussão for grande lá fora. E mesmo com advento de cópias ilegais a disposição até essa data, essa história com certeza precisa ser vista nos cinemas e finalmente se justifique a existência do 4D.

Você também pode gostar

Um comentário:

  1. Tou louco pra ver esse filme. Ainda que seja ruim é sempre bom ver algo de diferente sendo produzido, pois isso pode inspirar os outros a fazer algo similar ou melhor!

    ResponderExcluir