quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Como o crossover de Supergirl e The Flash pode impactar o futuro das séries da DC


A confirmação do crossover entre Supergirl e The Flash trouxe, para aqueles que acompanham os shows, ou até mesmo para quem acompanha Arrow e Legends of Tomorrow, uma grande expectativa sobre o rumo que as séries da DC Comics irão tomar de agora em diante.

Os encontros que acontecem entre The Flash e Arrow servem não só como uma forma se inserir elementos de uma série na outra, como também ajudam na interação entre os personagens, o que acaba melhorando a dinâmica dos episódios, já que assim personagens podem visitar a outra sem causar um estranhamento, como é o caso de Felicity, que já apareceu em Central City algumas vezes, e de Cisco, que já visitou Star City em mais de uma ocasião.

Porém, essa ida de Barry a National City causará, provavelmente, muito mais impacto do que o encontro entre Oliver Queen e Barry e nós vamos explicar o porquê, apresentando os elementos que cada uma das séries trouxe para o atual universo da DC que está sendo construído, e mostrando como esse impacto de Supergil e The Flash pode desencadear algo muito maior.

Vamos começar por Arrow, que foi o atual percursor das séries de super-heróis. A partir da terceira temporada, a série começou a apresentar um pouco de elementos mágicos, com a participação de Ra’s al Ghul e do Poço de Lázaros. Muitos fãs viram isso como o começo de uma possível abordagem ao misticismo, que é o que está acontecendo atualmente na quarta temporada, com a aparição de Damien Darhk. Além disso, tivemos também a aparição especial de Constantine, no quinto episódio da série, que firmou ainda mais o misticismo na série, e serviu também como uma ponte entre Arrow e Constantine, a série produzida pela NBC e que infelizmente foi cancelada.

The Flash serviu para introduzir os meta-humanos, a viagem no tempo e as múltiplas Terras dentro desse universo televisivo da DC. O primeiro crossover entre Arrow e The Flash foi basicamente para que cada uma das séries soubesse da existência dos elementos da outra, apesar de que, a terceira temporada de Arrow, como já foi falado, tem muito pouco de misticismo, que não é nem de longe o foco do primeiro encontro entre os heróis.

Apesar de ser da CBS, Supergirl veio para trazer o elemento espacial as séries da DC e também, é a primeira série com uma protagonista feminina e que acabou conquistando, aos poucos, o gosto de alguns fãs.

Legends of Tomorrow, apesar de ser um spin-off de The Flash e Arrow, traz um pouco de elemento das duas séries, já que seus personagens são de ambas. Viagem no tempo, misticismo e provavelmente outras realidades são elementos que serão amplamente abordados ao longo da primeira temporada.

Além dos elementos que cada uma das séries trouxe para esse universo em construção, ainda existe algo que chama muito a atenção dos fãs, que são as referências feitas em cada uma dessas séries.

Começando por Arrow. Na série é possível ver várias referências a Hal Jordan, o Lanterna Verde, principalmente ao mencionarem a cidade onde ele vive, Coast City. Atualmente tivemos uma referência a Oráculo, Bárbara Gordon, de Batman. Ou seja, o que dá a entender é que provavelmente esses personagens devem existir em algum lugar dentro deste universo.

The Flash é uma série que vive dando referências a outros heróis, como a exemplo do jornal de 2024 que apareceu no piloto da série, e que mostra que o Flash desapareceu após uma crise, fazendo referência a Crise nas Infinitas Terras, ou a matéria, do mesmo jornal, falando do sol vermelho que apareceu, referência ao Superman, ou ao fato das Industrias Wayne terem comprados as Industrias Queen, mostrando que possivelmente no futuro teremos a participação de Bruce em uma das séries. Tivemos também várias referências a Hal Jordan, como no final da primeira temporada, que é mencionado que um piloto de teste desapareceu, e por isso fecharam uma pista de voo. Tudo isso acaba fazendo os fãs pensarem que existe algo por trás, e que a DC está trabalhando aos poucos.

Supergirl já mostrou, não explicitamente, porém com rápidas aparições, a presença de Clark na série, além de também ter revelado o Tornado Vermelho e o Caçador de Marte, conhecido por alguns como John Jon’s. Isso mostra que a CBS também tem planos de expandir seu universo dentro da própria série.

Legends of Tomorrow provavelmente é a série que mais terá referencias, já que ela trata de viagem no tempo e com isso provavelmente veremos alguns personagens antigos da DC e até poderemos visitar outras Terras, e sermos apresentados a novos heróis.

E é justamente neste ponto que devemos considerar que o encontro entre Flash e Supergirl fará com que esse universo se torne cada vez sólido, pois, com isso, teremos a confirmação de que aliens existem no universo do Flash e que meta-humanos (e a magia) existem no universo da Supergirl. Além disso, todos os personagens apresentados nas series são parte de um mesmo universo, nos levando a um outro grande ponto: a tão sonhada Liga da Justiça ou Sociedade da Justiça para as séries.

Arrow por exemplo introduziu oficialmente Constantine em sua história, e que provavelmente poderá ser usado no futuro novamente. Porém, a própria série Constantine já havia introduzido alguns outros heróis que fazem parte do universo místico da DC. Um exemplo disso é que no piloto da série é mostrado o elmo do Senhor Destino, o mago supremo da DC e a série também apresenta Jim Corrigan, conhecido como Espectro. Graças a essa adição do misticismo na quarta temporada de Arrow, nada iria impedir a aparição de Zatanna ou até mesmo de seu pai, Zatara.

Além de Constantine, Vixen também foi introduzida como um dos pontos mágicos para a temporada. A CW Seed criou uma animação para a personagem, que terá uma segunda temporada. Vixen também irá aparecer no episódio 14 da quarta temporada de Arrow, e ao que tudo indica, poderá ser uma personagem efetiva para a segunda temporada de Legends of Tomorrow

Apenas para situar alguns, mostrarei abaixo os heróis que cada uma das séries apresentou ou da qual fazem parte, para que tenhamos uma noção do tamanho o universo que está sendo formado.

Arrow: Arqueiro Verde, Canário Negro, Observadora, Espartano, Arsenal, Speedy, Canário Branco, Átomo, Vixen e Constantine;

The Flash: Flash (Barry), Vibro, Nuclear, Flash (Jay), Mulher Gavião e Gavião Negro;

Legends of Tomorrow: Rip Hunter;

Supergirl: Supergirl, Tornado Vermelho e Caçador de Marte/John Jon’s.

Esse crossover fará com que todos esses heróis citados a cima integrem o mesmo universo. Será o sonho para alguns, apesar de falta personagens importante como a exemplo do Batman ou do próprio Superman. Porém, muitos fãs estão apostando que ou a CW, CBS ou até mesmo a FOX, pode m produzir a série dos Titans, que foi cancelada pela TNT e introduzir nesse universo, já que Gotham não teria como se encaixar.

Caso não seja produzida uma série, o grupo provavelmente será usado na segunda temporada de Legends of Tomorrow, e com isso, teremos a presença de um personagem muito importante dentro do universo do Batman, que é o Asa Noturna, e que só confirmaria ainda mais a existência do personagem.

A divulgação do título do episódio crossover, que será o 18º da primeira temporada de Supergirl, confirmou a existência de um multiverso dentro das séries. Worlds Finest, que se traduzido fica Melhor dos Mundos, basicamente mostra que Kara será de outra Terra e que Barry provavelmente chegará lá por acidente. O que resta saber é como será esse encontro, e se a CBS e a CW irão promover outros encontros com as outras séries da DC.

O palco já está sendo montado, agora tudo depende das emissoras, eles podem criar algo grande, sem depender do cinema, algo deles, já que personagens eles têm, e tem a principal ligação entre eles, que é o Flash, o responsável por viajar entre mundos.

Vamos esperar agora novas informações serem divulgadas e torcer para que o encontro seja um sucesso e para que novos aconteçam.

Você também pode gostar

Um comentário:

  1. Quero comentar aqui o fato do cartoon ter exibido o
    piloto de Legends of Tomorrow. Ter feito isso com os
    pilotos de Flash e Supergirl tudo bem, mas LOT tem mais
    violência,cenas com drogas e sensualidade, não é muito
    ético usar o canal infantil para fazer a série parecer
    mais família.

    ResponderExcluir