terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Comic Con Experience celebra com maestria a cultura Geek



A Comic Con Experience (CCXP) acabou e o Mega Hero ainda está extasiado. Durante quatro dias, tivemos a oportunidade de conhecer, desbravar, registrar e fazer contatos em um evento que conseguiu, segundo as palavras de atores como Steve Cardenas, que hoje passa seus finais de semana em convenções, ter uma estrutura comparada a San Diego Comic Con (SDCC).

Veja os cosplays que foram clicados no evento pelo Mega Hero!

Veja as fotos do evento em alta resolução!

No primeiro dia do Mega Hero na CCXP já fomos bombardeados com informações sobre a maior convenção geek/nerd da América Latina durante a coletiva de imprensa que abriu o evento para aqueles que fariam sua cobertura. Nela, fomos recepcionados pelos idealizadores e sócios do evento que são grandes nomes dentro do mercado de entretenimento nerd, como Pierre Mantovani, CEO do Omelete Group, Érico Borgo - Diretor de Conteúdo do Omelete, Marcelo Forlani - Editor do Omelete e Renan Pizii - CEO da Iron Studios e sócio fundador da CCXP. Antes que a imprensa fosse liberada para perguntar, fomos apresentados a um vídeo sobre o grande público da CCXP, o nerd.

Coletiva de imprensa da CCXP 2015 - Foto: Mega Hero

#SomosTodosGeeks, foi o nome do vídeo produzido pela Wolf Wolf que trouxe personalidades nacionais assumidamente nerds como Marcelo Tas, Danilo Gentili, Cris Nikolaus, Rika, Vinci Vader, e os próprios apresentadores lá presentes, introduzindo o universo nerd para o público e, é claro, criando uma conexão bacana com aqueles que já estão inseridos neste mundo. Logo em seguida, a imprensa pode fazer perguntas sobre o evento, gerando diversas discussões sobre como acontece a produção de um evento de grande porte, o que a organização melhorou de um ano para o outro, estimativa de público, que naquele momento eram com certeza mais de 120 mil pessoas, e como é ser um fã fazendo eventos para milhares de outros fãs.

Érico Borgo no vídeo #SomosTodosGeeks - Foto: Mega Hero

A coletiva de imprensa aconteceu no inédito auditório Cinemark, com capacidade para 2.500 lugares, três telões, bomboniere e muita expectativa sobre todos os painéis que aconteceriam dali em diante. Localizados bem a frente do Cinemark estavam os auditórios menores, o auditório Ultra e Prime, que abrigaram bate-papos e workshops mais intimistas com artistas como Anna Popplewell, John Rhys-Davies, Mauricio de Souza, Irmãos Piologo, Lady Lemon, entre outros.

Hulk e Hulkbuster na entrada do evento - Foto: Mega Hero

Liberados para rodar pelo evento pudemos, na quinta-feira, visitar com calma e explorar o espaço e estandes, pois foi o dia com menos concentração de pessoas, já que sábado e domingo os painéis da Marvel e DC acumulariam maior público circulando pelo evento. Nós do Mega Hero precisamos dizer, a estrutura foi um choque, cada estande possuía uma arquitetura própria e bastante apelativa visualmente. Na entrada do evento o público já dava de cara com o grande estande da Pizii Toys, que disponibilizava os exclusivos do evento, abrigava peças da Marvel, com um Hulkbuster e Hulk em tamanho real, e da DC Comics com diversas estátuas de seus heróis.

A DC se destacou na CCXP 2015 - Foto: Mega Hero

Falando em DC e Marvel, não é só nos cinemas que estas duas batalham. Dentro da CCXP, as duas empresas levaram espaços com conteúdos e interatividade para o público. A DC possuía uma grande área juntamente com a Warner Bros., contando com os uniformes oficiais do Arqueiro Verde e da Canário Negro, réplicas dos uniformes que serão utilizados em Batman Vs Superman: A Origem da Justiça, a jaula da Harley Quinn em Esquadrão Suicida, bem como um espaço com maquiadores profissionais que maquiavam Harleys e Coringas repetidamente, além de um espaço de bate papo e exibição no centro do estande. Já a Marvel levou suas réplicas em tamanho real que batalharam no último Vingadores e ainda possuíam um stand a parte e um pouco mais afastado sobre Capitão América: Guerra Civil, exibindo o trailer em um telão atrás de um Capitão América, seu escudo e o Homem de Ferro também em tamanhos reais e disponíveis para fotos.

O gigantesco estande da Netflix - Foto: Mega Hero

Mas claro que a CCXP não contou somente com a presença destas duas gigantes, o evento ainda teve imensos estandes da Sony, promovendo Angry Birds e Caça Fantasmas, a Fox com Arquivo X, The Walking Dead, Os Simpsons e American Horror Story, o Netflix com Jessica Jones, Sense 8 e Demolidor, ressaltando que foi a primeira participação do canal de stream em uma Comic Con no mundo inteiro e com um dos maiores estandes do evento, o Syfy com o espaço cosplay, a Microsoft com o espaço do Xbox, Mauricio de Souza, a Disney e a Pixar com Star Wars e o O Bom Dinossauro, que teve sua pré-estreia no evento, a Mattel e Vivo. Além destas grandes empresas várias editoras e lojas de quadrinhos e colecionáveis se encontravam no evento como a Comix Book Shop, Panini Comics, Jandaia, Record, Devir, Limited Edition, Jovem Nerd, Saraiva, Intrínseca, Aleph, Mundo Geek entre outras.

Se você queria completar sua coleção de quadrinhos, podia correr para a Comix! - Foto: Mega Hero

Loja, loja, loja, estande, estande, estande, tinha "só" isso? Não! Ainda tinham duas alamedas importantíssimas em cada extremidade do evento, a Artist's Alley e a Samurai Alley. Na Artist's Alley vários artistas e escritores maravilhosos estavam expondo e vendendo seus trabalhos, este é o lugar para quem gosta de arte e quer fazer contatos. Já a Samurai Alley era a parte nipônica dentro da CCXP, que engloba um pouco de tudo, o que é ótimo! Era neste local que estava localizado o estaço cosplay em parceria com o Syfy, o palco dos concursos cosplay e dança, o estande super oriental da JBC e a loja Oficial da CCXP!

O estande da JBC também chamava atenção na Samurai Alley - Foto: Mega Hero

Fora os grandes estandes e lojas mais robustas, haviam ainda lojas espalhadas por todo evento, que ofereciam opções de produtos e preços para quem estivesse pesquisando o que e onde comprar. Também presente no evento estavam a Saga em parceria com o Just Dance, estandes de modelagem 3D, com artistas em criação ao vivo e uma praça de alimentação grande, mas que precisa ser enorme para o ano que vem, pois o número de pessoas circulando foi intenso.

O Artist's Alley era um do espaços mais disputados na CCXP 2015 - Foto: Mega Hero

Beleza! Varremos toda a parte física do evento, mas ainda rolaram diversas atrações durante os quatro dias como Steve Cardenas, o Power Ranger Vermelho de Mighty Morphin, Misha Collins de Supernatural, John Rhys-Davis, o Gimli de Senhor dos Anéis, parte do elenco de Sense 8, David Tennant e Krysten Ritter de Jessica Jones, o elenco de The Ridiculous 6 e as mega atrações do mundo dos quadrinhos, Frank Miller e Jim Lee, fora a infinidade de outros convidados específicos de outras áreas que participaram do evento como, por exemplo, as cosplayers convidadas Lady Lemon e Emily Anderson.

Steve Cardenas no Auditório Ultra - Foto: Mega Hero

Outras da principais atrações foram os painéis que contaram dentre outros com a divulgação do trabalho de Evangeline Lilly, encontro de fãs de Supernatural e Misha Collins e muitas outras coisas, mas as grandes atrações dos painéis foram os de Guerra Civil da Marvel, Batman V Superman da DC, Star Wars: O Despertar da Força e os do Netflix, que foram os mais esperados do evento. Apesar de filas gigantescas e questões de desorganização em distribuições de pulseiras e senhas, não há nada que não possa ser melhorado para as próximas edições. Com a restrição de lugares para 2.500 pessoas em um evento que eram esperadas pelo menos 120 mil pessoas, a disputa para garantir sua presença nos painéis principais no final do dia, acabaram ofuscando painéis incríveis como O Bom Dinossauro da Pixar e Zootopia da Disney, que trouxeram importantes produtores e dubladores para a CCXP com material de qualidade.

O filme "O Bom Dinossauro" teve pré estréia na CCXP 2015 - Foto: Mega Hero

A Comic Con presenteou o público com a pré estreia de O Bom Dinossauro, que acabou sendo um dos melhores momentos do evento, que envolveu o publico entre risadas e lagrimas e surpreendendo com a história. Tanto o painel de Deadpool, quanto o de Capitão América, trouxeram materiais exclusivos motivando o público, diferente do painel de Star Wars que não atendeu as expectativas de um público que madrugou no evento para assisti-lo. Já o painel de Batman V Superman revelou a aparição de mais um herói no filme, o Flash.

Os Cosplays foram destaque na convenção - Foto: Mega Hero

A sensação de estar na Comic Con Experience foi de completa imersão em um universo fantástico, no qual todos podiam desfrutar do que gostavam com a maior qualidade possível. Cosplayers, artistas, atores, fãs, colecionadores, leitores, todos tiveram seus espaços e momentos dentro da CCXP aproveitando tudo dentro do possível. Claro que o evento pode melhorar, assim como qualquer evento produzido no mundo! A proposta sempre será ir em frente e trazer cada vez mais qualidade de atrações e espaço para que todos tenham, todos os anos, pois é isso que o Mega Hero deseja à CCXP, experiências memoráveis.

Você também pode gostar

0 default-disqus:

Postar um comentário