terça-feira, 29 de julho de 2014

Os Guardiões da Galáxia | Crítica do filme


Resenha por Ana Luiza e Eduardo Bélico

Introduzindo seus personagens e expandindo o já conhecido universo dos Vingadores através de uma série de trailers cômicos, Os Guardiões da Galáxia foi visto como um projeto de alto risco da Marvel Studios. Mas os produtores apostaram certo em heróis mais humanos com um maior potencial para cativar o público e garantir que o filme se torne um dos maiores blockbusters da Marvel.

O Mega Hero teve a oportunidade de assistir Os Guardiões da Galáxia nesta Segunda-Feira e trazer as nossas primeiras impressões sobre o filme.

A linha principal da história segue Peter Quill (Chris Pratt), o autodenominado Senhor das Estrelas, que na sua jornada como fora da lei acaba se envolvendo em uma trama muito maior do que poderia imaginar. Devido a um determinado artefato, Quill acaba sendo perseguido pelas caçadores de recompensas Rocket (Bradley Cooper) e Groot (Vin Diesel), além da perigosa Gamora (Zöe Saldaña). Nessa busca eles acabam encontrando um objetivo em comum e ganhando um novo aliado, Drax, O Destruidor (Dave Bautista). Juntos enfrentarão as forças de Ronan, O Acusador, para se tornarem Os Guardiões da Galáxia.

Peter Quill (Chris Pratt) - Foto: Divulgação
O filme tem uma trama bem amarrada e faz uma inteligente apresentação dos personagens, sem presumir como em Vingadores, que o público já os conhece. Com um ritmo diferente dos típicos blockbusters, o longa traz um ar dosado de comédia embalando o espectador com famosos hits dos anos 70 e 80, enquanto um visual futurista é mostrado com tanta normalidade que não se estranha a diversidade de seres e seu dia-a-dia espaço a fora.

A produção é composta por cenas fortes, sendo ao mesmo tempo balanceadas com alívios cômicos, vindos principalmente de Peter Quill, Rocket e Groot. Todo o grupo possui uma excelente química que, através das reviravoltas de caráter, se aprofunda no decorrer da trama, dando oportunidades até mesmo ao bruto Drax de proporcionar notáveis momentos com seus trejeitos neandertais.

Da esquerda para a direita: O Destruidor (Dave Bautista), Gamora (Zöe Saldaña)
e Senhor das Estrelas (Chris Pratt) - Foto: Divulgação
Um ponto mal explorado foi a falta de uma história de fundo para os vilões, assim como uma falta de motivação. Tanto Ronan quanto Nebula são vilões de caráter forte e definitivamente perigosos para qualquer herói, mas no filme faltou uma justificativa mais plausível para os seus atos. Ainda assim, os dois se mostraram um verdadeiro desafio, exigindo todos os esforços combinados dos Guardiões.

Os Guardiões da Galáxia teve os seus riscos iniciais, mas se mostrou uma produção bem preparada e balanceada em termos de história, desenvolvimento e interação de personagens, com uma trilha sonora extremamente integrada ao filme e até em meio a ambiência de comédia foi possível criar um clima de suspense. A aposta foi alta, mas o risco valeu a pena, Os Guardiões da Galáxia é um filme que tem tudo para ser um dos melhores filmes da Marvel. Definitivamente vale a pena conferir.

Ficha Técnica:

Direção: James Gunn
Roteiro: James Gunn (roteiro), Nicole Perlman (roteiro), Dan Abnett (personagens), Andy Lanning (personagens)
Elenco: Chris Pratt (Peter Quill/ Star Lord), Zoë Saldana (Gamora), Bradley Cooper (Rocket Raccoon), Vin Diesel (Groot), Dave Bautista (Drax - O Destruidor), Benicio Del Toro (Colecionador), Karen Gillan(Nebula), Michael Rooker (Yondu), Lee Pace (Ronan, o Acusador), Djimon Hounsou (Korath), Glenn Close (Nova Prime), John C. Reilly (Rhomann Dey)
Estreia: 31 de julho de 2014 (Brasil) e 1º de agosto de 2014 (EUA)
Sinopse: Guardiões da Galáxia segue o aventureiro Peter Quill que, ao roubar uma esfera pertencente ao poderoso vilão Ronan, passa a ser procurado por vários caçadores de recompensas. Nessa jornada ele acaba se unindo a um grupo de alienígenas delinquentes para formar os Guardiões da Galáxia, que é composto por Groot, uma árvore humanóide, a sombria Gamora, o texugo Rocket Racoon e o vingativo Drax, o Destruidor.

Agradecemos a oportunidade à Red Sheep Comics pelo contato.

Você também pode gostar

0 default-disqus:

Postar um comentário