segunda-feira, 21 de abril de 2014

WonderCon 2014 | WB. apresenta prévia de Godzilla


O segundo dia da WonderCon 2014 aconteceu na manhã de Sábado (19) em Anaheim, California com a Warner Bros. Pictures e a Legendary Pictures tomando o palco para demonstrar seus lançamentos desse verão, incluindo Edge of Tomorrow, de Doug Liman, e Godzilla, de Gareth Edwards.

O rei dos monstros encerrou o evento com o escritor/diretor Gareth Edwards apresentando algumas cenas do filme que foram mostradas mês passado na SXSW.

Edwards revelou o quão difícil foi decidir o visual final de Godzilla, explicando como todos tinham ideias ligeiramente diferentes. Ele sentiu que era importante que Godzilla fosse imediatamente reconhecível através de sua silhueta bestial. Um modelo 3D completamente preto foi feito e ajustado até que eles atingissem esse objeto.

"Não é tão fácil como um Cubo Mágico", brinca Edward.

Edwards também acrescentou que o processo de fazer Godzilla ensinou a ele mais sobre monstros do que ele imaginava ser possível.

"Você, na verdade, não cria nada", diz ele. "Você apenas descobre".

Para esse fim, Edwards também recebeu a missão de criar algo para enfrentar Godzilla. Ele queria prestar homenagem a alguns dos clássicos Kaijus da Toho, ultimamente decidindo por um oponente que compartilhasse a origem de Godzilla.

"É como tentar achar a última vaga de estacionamento na Disneylândia", falou ele, sobre o desafio de fazer um novo monstro. "... O que quer que seja, será algo muito relacionado ao ciclo de vida de Godzilla."

Tendo feito sua grande estreia com Monstros, Edward explica que o medo de Godzilla é algo que existe em todos nós no sentido de homem versus natureza. Milhares de anos atrás, diz ele, nós temíamos monstros de verdade - tigres, ursos, lobos - e construímos cidades para afastá-los. Esse medo que temos é a origem do pesadelo que algo como Godzilla oferece, que esses monstros podem um dia retornar e destruir as cidades.

Um fã perguntou a Edward que personagem ele gostaria de ver frente a frente a Godzilla: Walter White de "Breaking Bad" ou Hal de "Malcom in the Middle", ambos feitos por Bryan Cranston. Edward, com um grande sorriso, respondeu que Hal seria muito mais divertido e mencionou um anedota a respeito do sitcom da Fox. Edward explicou que tinha a impressão de que o personagem Hal era um gay não assumido e que levou sua suposição tão a sério que chegou a mencioná-la ao próprio Cranston e ficou extremamente envergonhado quando viu que o ator não fazia ideia do que ele estava falando.

"Vocês não deveriam me agradecer por esse filme", Edward termina o painel enquanto a audiência se retira, "Foi um ato completamente egoísta. Eu faria esse filme quer vocês assistam ele ou não!".

Você também pode gostar

0 default-disqus:

Postar um comentário