quarta-feira, 12 de junho de 2013

Live Action #11 | Pacific Rim: Uma homenagem de Guillermo Del Toro a cultura japonesa


E ai pessoal! Estou de volta! Antes de começar essa matéria. Acho certo falar um pouco a respeito da outra, a que falei sobre Dragonball Evolution. Apesar de ter sido uma péssima adaptação, covenhamos que uma hora ou outra eu seria obrigado a falar a respeito dele. E o momento foi oportuno. Aproveitar o lançamento do novo site do Mega Hero com uma matéria bombástica! Agora sem mais demora, é hora de falar da matéria da semana.



Ao que tudo indica, Guillermo Del Toro está virando o centro das atenções em Hollywood. O cineasta mexicano resolveu inovar os filmes americanos no quesito “robôs gigantes”. Quando o diretor informou que iria lançar um filme sobre robôs gigantes, os amantes de cinema foram à loucura! Pois após a trilogia de Transformers, mais nenhum diretor ousou lançar nenhum filme envolvendo esse tema.


Foto Legenda - Imagem promocional do filme. A foto é cortesia da Warner Bros. Entertainment. © 2013 Warner Bros.

Porém não foi por acaso que o diretor escolheu fazer esse filme. Durante uma conversa com a imprensa na Comic-Com 2012, Del Toro informou que a produção de um filme com monstros gigantes e robôs gigantes o salvou de uma depressão. “[...] Foi muito difícil aceitar que ele não seria feito. Fiquei à beira de uma depressão. Pacific Rim me salvou dela.” Ele também falou que outro fator importante para a escolha desse tema foi que, durante sua infância no México, ele cresceu assistindo animações e programas japoneses que passam na televisão mexicana. “[...] Muitos dos filmes que passavam na TV eram animes, como Astro Boy, essas coisas antigas e fascinantes que eu cresci amando. [...]”.


Foto Legenda - Charlie Hunnam é Raleigh Beckett e Rinko Kikuchi é Mako Mori. A foto é cortesia da Warner Bros. Entertainment. © 2013 Warner Bros.

Assim que as primeiras imagens do filme começaram a circular pela internet, os fãs mais “conservadores” dos anime não perderam tempo e começam a criticar o diretor. Eles não paravam de falar sobre um único ponto. “Pacific Rim é uma tentativa de criar uma versão americana de Evangelion!”. Esse era o argumento principal deles. Porém antes de se criticar algo, deve-se ir atrás das referências que o diretor usou para a criação do design dos robôs gigantes e dos monstros.



Foto Legenda - Fãs conservadores afirmam que Del Toro copiou as Unidades EVA

O próprio Del Toro informou que Pacific Rim não foi inspirado no anime Neon Genesis Evangelion. Mais em um gênero muito mais antigo. O que ele fez foi uma referência ao gênero tokusatsu. Apesar de ter sim algumas referências ao anime de Evangelion.

Os monstros que aparecem no filme são chamados de Kaiju. A tradução literal de Kaiju é “besta incomum” ou “animal incomum”. Porém normalmente os chamamos de “monstro”. Kaiju é um termo usado para se referir a um gênero de tokusatsu. O kaiju mais famoso é Godzilla (que irá receber um filme remake em 2014). Porém, além dele, ainda temos Gamera, King Kong e muitos outros.


Foto Legenda - Godzilla o 'kaiju' mais famoso

Os kaijus são inspirados em animais, insetos e criaturas mitológicas. Porém em séries como Super Sentai e Kamen Rider, podemos ver exemplos muito mais exóticos. A série Choujin Sentai Jetman, apresentava monstros inspirados em pacotes de pipoca, semáforos de trânsito e tomates. Já Kamen Rider Super-1 contava com monstros inspirados em objetos do dia-a-dia, como guarda-chuva e escadas.


Foto Legenda - Um Jeager enfrentando um kaiju

Apesar de kaiju sem um terno japonês para descrever monstros de tokusatsu ou do folclore japonês, ele também pode ser usado em criaturas como Vampiros, Lobisomens, no monstro de Frankenstein, Múmias, Zumbis etc..

Os robôs gigantes em Pacific Rim serão chamados de Jeagers. Eles serão controlados por dois pilotos que se ligam ao robô a partir de uma fonte neural. Foi a partir disso que começaram as discussões sobre como os Jeagers são uma cópia do modelo EVA, de Evangelion. Já que no anime, os pilotos também se conectam ao robô a partir de um plug neural. É justamente nesse ponto que os fãs se equivocam totalmente, pois como o próprio Del Toro informou, ele se inspirou em um gênero mais antigo que Evangelion, os tokusatsus. E se pararmos para analisar um pouco, iremos notar que os Jearges se assemelham sim a um EVA, porém muito mais a um Ultraman. Já que os Jeagers usam as memórias de seus pilotos como uma “fonte de energia” e os Ultras, quando tomam posse do corpo de um hospedeiro humano, compartilham suas memórias.


Foto Legenda - Um dos modelos Jeaegers apresentados no filme. A foto é cortesia da Warner Bros. Entertainment. © 2013 Warner Bros.

Outro ponto que também causou um pouco de discórdia foram os trajes usados pelos pilotos. Que também se assemelham ao dos pilotos dos EVA’s. Do mesmo jeito que cada país criou seu próprio Jeager e em Evangelion, vemos que vários países também estão desenvolvendo suas unidades EVA. O que eu vejo com tudo isso é uma grande homenagem que Del Toro fez não só ao cinema japonês, mais a cultura pop japonesa como um todo.

Ficha técnica:

Warner Bros. Pictures/Legendary Pictures
Diretor: Guillermo del Toro
Roteristas: Screenplay por Travis Beacham e Guillermo del Toro
História por Travis Beacham
Produtores: Thomas Tull, Jon Jashni, Guillermo del Toro, Mary Parent
Produtores Executivos: Callum Greene

Elenco: Charlie Hunnam, Idris Elba, Rinko Kikuchi, Charlie Day, Ron Perlman, Robert Kazinsky,
Max Martini, Clifton Collins, Jr., Burn Gorman, Larry Joe Campbell, Brad William Henke, Diego Klattenhoff

Sinopse: “Quando legiões de monstruosas criaturas, conhecidas como Kaiju, começam a surgir do mar, uma guerraS que tomaria milhões de vidas e consumiria todos os recursos da humanidade começa. Para combater os gigantes Kaiju, um tipo especial de arma foi concebido: robôs gigantes, chamados Jaegers, que são controlados simultaneamente por dois pilotos que tem suas mentes conectadas por uma ponte neural. Mas mesmo os Jaegers estão se provando quase sem defesa contra os implacáveis Kaiju. A margem da derrota, as forças que defendem a humanidade não tem escolha a não ser tornarem-se dois improváveis heróis - um cansado piloto (Charlie Hunnam) e uma trainee que não foi testada (Rinko Kikuchi) - formam um time para pilotar um legendário, mas obsoleto Jaeger do passado. Juntos eles erguerão as últimas esperanças da humanidade diante do crescente apocalipse.”


Foto Legenda - Idris Elba e Charlie Hunnam (usando traje para pilotar os Jeagers). A foto é cortesia da Warner Bros. Entertainment. © 2013 Warner Bros.

Normalmente eu sempre faço um comentário a respeito da adaptação que estou falando. Porém dessa vez eu irei fazer o contrário. Irei deixar que dois companheiros do Clube de Cinema-Bahia, falem sobre as suas expectativas a respeito de Pacific Rim!

“Ao que eu espero deste grandioso filme é que será uma bela ilustração épica de robôs gigantes batalhando contra monstros surgentes de uma fenda no pacifico. Assim dito estou aguardando que as batalhas tenham uma profundidade em ter um bom uso da tecnologia 3D, além de uma boa história e frases épicas, enfim, Guillermo preparou um presente que lembrará o porquê de nossa infância ter sido algo especial.” Matheus Santana.

“Eu espero um épico filme de robôs contra monstros gingantes. Que tenha uma boa história, ação, personagens marcantes, efeitos incríveis e que entre para a história do cinema e da ficção cientifica como Star Wars e Avatar.” Horácio Machado.

Como pudemos notar, alguns fãs estão super ansiosos pelo filme e eu com toda certeza sou um deles. Esse filme tem tudo para ser um dos melhores filmes do ano e entrar para a história do cinema em relação a filmes de efeitos especiais e robôs gigantes.

Logo abaixo vocês podem conferir na galeria algumas imagens referentes ao filme. Nela podem ser vistas algumas imagens conceituais dos Kaijus, algumas cenas do filme referentes aos Kaijus e todos os Jeagers que irão aparecer no filme e suas fichas técnicas.



Pacific Rim estreia nos Estados Unidos no dia 12 de Julho de 2013 e no Brasil no dia 09 de Agosto de 2013. O filme terá cópias legendadas e dubladas e nos formatos 2D e 3D.

Assim que o filme for lançado aqui no Brasil e eu tiver a honra de assisti-lo, irei fazer uma matéria apenas com o review do filme e dando minha nota. Até lá, não deixem de conferir as outras matérias de Live Action e também sobre o universo tokusatsu.

Até o nosso próximo encontro pessoal!

Você também pode gostar