segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Os Tokusatsu voltaram para o espaço?


Os últimos anos foram cruciais para definir o modelo de filmes e seriados de super heróis. Grandes nomes dos quadrinhos apareceram pela primeira vez e tivemos uma época repleta com esses personagens.

Claro que não acabou ainda essa fase de "super heróis" nos cinemas, na televisão (ou seria melhor dizer serviço de stream?) e nos quadrinhos, mas é certo dizer que Hollywood já busca outras formas de entretenimento para ganhar rios de dinheiro e ditar novas modas.

Mas o que está acontecendo no momento? Qual será o próximo grande "boom" na cultura pop, você consegue adivinhar? Bem, eu poderia fazer uma aposta sobre o retorno da ficção cientifica, mas isso já está acontecendo, basta prestar atenção.

A volta de Star Wars mudou o panorama dos filmes de super heróis - Foto: Reprodução Internet

Minha análise será pautada em um nicho especifico que é o Tokusatsu, mas não posso deixar comentar de outras produções que evidenciam o retorno do Sci-Fi para o grande público. Em 2015 tivemos o retorno triunfal de Star Wars, obra renomada de George Lucas que ditou como se faz um longa metragem de ação e ficção e que hoje está nas mãos da Disney. Não posso também esquecer de Star Trek e suas novas aventuras pela ótica de J.J Abrams e o retorno de Arquivo X em 2016 e as novatas WestworldStranger Things e Voltron: O Defensor Lendário.

Essas novas produções chegam para competir ou melhor conseguir um espaço em meio aos seriados de super heróis que reinam em seus horários de exibição. É uma fuga para quem quer algo diferente ou para quem está saturado de Arrow e Flash por exemplo.

Os seriados de Tokusatsu também já "sofrem" com essas mudanças, mesmo que de forma gradativa. Por serem produções de super heróis em sua maioria esmagadora, os Tokusatsu precisam se moldar às novas tendências de forma sutil em paralelo agradando ao seu público alvo. Programas como Ultraman que retornou com o modelo de seriados em 2013 consegue "navegar" nessa moda Sci-Fi de forma mais tranquila, até porque a própria franquia é pautada nesse segmento.

Do outro lado da maçã, séries como os Super Sentai e Power Rangers também mostram interesse na temática com suas produções atuais. Dino Charge (2015) e Dino Super Charge (2016) dos Estados Unidos mesclaram dinossauros com vilões do espaço e a inédita Power Rangers Ninja Steel (2017) abraça o gênero com maior evidência. Mas quem consegue melhor impactar é o seriado Uchu Sentai Kyuranger que estreia esse mês no Japão e traz nove integrantes e uma missão de salvar a galáxia de um inimigo muito poderoso.

Ultraman Dyna e Ultraman Orb - Foto: Tsuburaya Productions

Se a televisão está bem servida, o mesmo podemos dizer dos Tokusatsu das telonas. Enquanto temos o longa metragem de Ultraman Orb em Março no Japão, Power Rangers ganha o seu reboot no dia 23 de Março com forte influência da ficção científica e pode ser junto com Guardiões da Galáxia, uma das referências da mesclagem de heróis, sci-fi e viagens no espaço. Está bom ou não?

Encerrando (até o momento), temos o aniversário de 35 anos do seriado Uchuu Keiji Gavan, que ficou conhecido no Brasil como Detetive Espacial Gavan. Para celebrar o marco histórico, o personagem Gavan Type-G (o novo Gavan), retorna para um filme especial ao lado da equipe Dekaranger para lutar contra MacGaren, o vilão de Jaspion que está de volta.

Ainda é cedo para dizer se as próximas produções japonesas irão seguir nessa temática, afinal, os Tokusatsu precisam se reinventar a cada ano e trazer novidades para os fãs. Mas olha, ainda da tempo do próximo Kamen Rider pegar carona nessa nave e quem sabe até fazer um crossover com Kamen Rider Fourze.

Você também pode gostar

Um comentário: