quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Elsword: Vale a pena acompanhar o novo anime?


Depois de um tempo sumido, eu estou finalmente de volta pessoal! Antes de começar a falar sobre o tema dessa matéria, devo dizer que a CCXP foi simplesmente épica. Na verdade, foi muito mais épica do que a do ano passado, apesar de algumas coisas não terem me agradado muito. Porém, no geral foi muito bom. Prometo que em breve farei uma postagem falado sobre o que gostei e sobre o que não gostei em relação ao evento.

Agora, sem mais enrolação, vamos direto ao assunto: o anime de Elsword que acabou de ser lançado na Coréia do Sul! Sim meus amigos, para quem acompanha o jogo, sabe que isso é um grande feito. Depois de muita espera, o primeiro episódio do anime foi lançado, e eu resolvi compartilhar um pouco minha opinião com vocês.

Apenas para quem não conhece, Elsword é um jogo side-scrolling on-line, que possui também elementos de MMORPG. O estilo do jogo lembra muito Grand Chance, que foi uma febre no Brasil durante muitos anos. A semelhança se deve ao fato de que os dois jogos foram produzidos pela KOG e no Brasil foram distribuídos pela Level Up! Games.

ADD, um dos personagens do jogo - Foto: Reprodução da Internet
Atualmente existem 11 personagens no jogo, o 12º será lançado na semana que vêm. Cada personagem tem uma dinâmica diferente e possui três linhagens evolutivas que o jogador poderá escolher. Porém, uma personagem em particular, Rose, possui quatro, já que ela é de um outro jogo, e entrou em Elsword como uma colaboração entre a KOG e uma outra empresa de jogos sul-coreana.

A história do jogo (e do anime) se passa em Elios, e é centrado nos jovens guerreiros que lutam para recuperar os fragmentos da Pedra de El e com isso, trazer a estabilidade de volta ao mundo.

Algumas pessoas devem se lembrar do anime de Ragnarok, e como ele, apesar de ser totalmente baseado no jogo, não dependia do mesmo para um entendimento da história, já que essa foi criada exclusivamente para o anime e se auto explicava. Infelizmente, o que ocorre com Elsword não é exatamente isso.

A impressão que eu tive ao terminar o primeiro episódio foi que, se eu não tivesse jogado, e não conhecesse pelo menos um pouco da história, eu ficaria boiando. O anime já começa com os personagens com suas classes definidas, já em sua busca e a introdução que fazem no começo do episódio é bem simples. A primeira impressão que deixa é que o projeto foi feito apenas para os jogadores, e não para o grande público, o que acaba sendo uma pena.

Pôster do anime - Foto: Reprodução da Internet
Já no primeiro episódio somos apresentados a maioria dos personagens, sem que nenhuma introdução seja propriamente feita, partindo do princípio de que quem está acompanhando, já sabe quem eles são. Alguns velhos jogadores de Grand Chance, e que não jogam Elsword, vão ter uma pequena surpresa com a participação de Elesis, que faz parte do jogo.

As partes mais emocionantes do episódio são as batalhas, pois, fora disso, acaba se tornando um tanto quanto maçante. Algo, em relação as batalhas que eu senti falta e que espero que seja adicionado nos futuros episódios, são os nomes dos ataques. Um dos atrativos de Ragnarok era justamente ver e escutar os personagens conjurante seus golpes, e infelizmente isso ainda não ocorre em Elsword.

O traço da animação está bom, apesar de que em alguns momentos os personagens ficam meio estranhos. Um outro fator que não deve agradar muito os fãs é a duração de cada episódio. O anime terá um total de 12 episódios, cada qual com 13 minutos de duração, já contando com a abertura e o encerramento. Em relação a abertura e ao encerramento, eu simplesmente adorei as músicas, elas me lembraram muito Ragnarok e eu gostei disso.



No mais, irei esperar os próximos episódios para ver se o anime irá melhorar, e começará a dar certas explicações em relação aos personagens. Assim que a temporada terminar, eu farei um review completo.

Caso você, leitor, já tenha jogado Elsword, deixe nos comentários como foi ou como é sua experiência com o jogo. E caso já tenha visto o anime, nos diga o que achou.

Você também pode gostar

0 default-disqus:

Postar um comentário