terça-feira, 17 de maio de 2016

Harley Quinn e personagens femininas são aposta da DC e Warner nos cinemas


Depois de aparecer pela primeira vez na animação ganhadora de um Emmy, Batman: A Série Animada, e com a ideia de ser usada apenas uma vez, Harley Quinn, a entusiasmada e escandalosa parceira do Coringa, conquistou os fãs e virou uma sensação.

Na era em que os quadrinhos estão sendo levados para o cinema, e filmes como Batman vs. Superman, Capitão América: Guerra Civil, Vingadores e um filme solo de Mulher Maravilha, o site The Hollywood Reporter lançou uma notícia afirmando que a Warner Bros. estaria interessada em produzir um spin-off de Esquadrão Suicida, com enfoque na Harley Quinn de Margot Robbie.

E não só isso, além de estrelar como uma das personagens principais, Robbie ainda estaria produzindo o filme. "Mas o grande lance é que o projeto não é um filme solo da Harley Quinn", disse o THR, "Seria um filme que focaria e várias heroínas e vilãs da DC". Mesmo não tendo confirmações oficiais alguns nomes de personagens foram citados "nomes como Batgirl e Aves de Rapina, mas não está claro ainda".

Outra informação que foi lançada pelo site é que o roteirista responsável pelo projeto já teria sido escolhido, mas ainda não divulgado, "só sabemos que é mulher". E ainda que Margot Robbie é que estaria entusiasmada com o projeto e estaria encabeçando o projeto "quando ela conseguiu o papel, mergulhou nos quadrinhos para aprender tudo que podia sobre a personagem", disse o THR. "No processo, ela se apaixonou pelas personagens femininas da DC. Ela pediu ajuda para a roteirista e apresentou para Warner, e isso foi o gatilho."

Sem nenhuma outra informação até o momento, se o projeto realmente vingar e a Warner resolver levar adiante, a DC/Warner chegariam na frente da Marvel mais uma vez, apostando em suas heroínas e dando-lhes o espaço nas telas do cinema. Sem discutir gostos pelas duas editoras ou produtoras cinematográficas, a Marvel perdeu a chance de ter o primeiro filme com protagonista feminina, quando resolveu empurrar as possibilidades de um longa sobre Natasha Romanoff, a Viúva Negra, que nos cinemas é representada por Scarlett Johansson.

Com isso, a DC já no mês de maio, pouco tempo depois da estréia de Batman vs. Superman, já encerrou as gravações do filme de Mulher Maravilha, uma das personagens femininas mais icônicas da história dos quadrinhos, saindo da frente da Marvel neste aspecto. Protagonistas femininas tem força sim. As séries de TV estão provando isso. E quando finalmente o cinema descobrir, teremos filmes com as mais variadas histórias e fortes protagonistas sendo representadas.

Você também pode gostar

0 default-disqus:

Postar um comentário