quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Mudança de diretor em "Círculo de Fogo 2" e os novos rumos da franquia


Já faz algum tempo que a "novela" Círculo de Fogo 2 está no ar. Vários rumores de que o longa-metragem teria sido cancelado caíram na rede e deixaram os fãs confusos. Será que realmente o filme irá sair?

Se você não esteve fora da Terra nos últimos três anos, com certeza deve ter ouvido falar ou ter visto algo relacionado ao filme Círculo de Fogo (Pacific Rim). O longa, que estreou no dia 09 de Agosto de 2013, foi dirigido por Guillermo del Toro e rendeu uma boa bilheteria mundial em uma história que mostra a invasão de várias criaturas monstruosas, conhecidas como Kaiju, e a batalha entre estes seres e os humanos, que para combatê-los desenvolve uma série de robôs gigantescos, os Jaegers, que precisam ser controlados por duas pessoas através de uma conexão neural.

Monstros foram criados para lutar contra outros monstros - Foto: Reprodução internet

Pacific Rim foi a tentativa de trazer o gênero de monstros gigantes aos cinemas norte-americanos com o "plus" de ter robôs gigantes ao melhor estilo Evangelion. Pude acompanhar a campanha de marketing do filme e a empolgação de Guillermo com o longa metragem na época e descobri que o diretor é fã de carteirinha de séries Tokusatsu, com boa parte desse universo servindo de inspiração para o filme. Os fãs mais atentos de Ultraman, por exemplo, vão encontrar um Kaiju muito parecido com vilão Alien Baltan da série clássica de 1966.

Apesar do filme ter rendido um pouco mais de 100 milhões de dólares nos Estados Unidos, Círculo de Fogo causou impacto mundialmente arrecadando 400 milhões, feito que deve ser considerado para um filme desse porte e gênero.

A sequência, que está planejada para 2017, sofreu várias mudanças de datas e até o momento não se sabe realmente se a estreia será mantida para o ano que vem. Del Toro no ano passado confirmou em um vídeo que estava envolvido na produção do novo filme e de quebra iria lançar uma animação baseada no universo de Círculo de Fogo. Porém, apesar de todos os esforços do diretor em continuar na direção, uma notícia divulgada nessa semana pode mudar os rumos da franquia.

O site Deadline revelou que a Legendary Pictures confirmou a continuação, mas mudou a direção do filme. Quem assume  é Steven S. DeKnight que trabalhou na série Spartacus (2010) e recentemente na primeira temporada de Demolidor (2015). Apesar de Steven não ter nenhum longa metragem em seu currículo, ele estará acompanhado de Jon Spaihts que escreveu o novo roteiro da continuação. Spaiths trabalhou em Prometheus (2012) e está envolvido em Doutor Estranho da Marvel, que estreia ainda esse ano. Outra novidade é que a Universal (atual distribuidora) lançará o filme em 3D por todo o mundo. Del Toro continua como produtor executivo para pelo menos garantir que a obra seja respeitada.

Imagem promocional do segundo filme - Foto: Reprodução internet

Outra informação relevante que pode ajudar no sucesso da sequência, apesar da mudança de diretor, é que a Legendary Pictures foi vendida recentemente para um grupo chinês chamado Wanda. Os novos filmes da companhia teriam um tratamento diferenciado para agradar também o público chinês, que atualmente é um mercado atrativo na distribuição de longas metragens.

Se por um lado perdemos um diretor que era apaixonado pelo que fazia, criando um universo atrelado a sua paixão por monstros gigantes, por outro lado temos agora o mercado chinês que pode ajudar a alavancar ainda mais a franquia e fazer os Jaegers e Kaijus mais famosos. Por fim, resta torcer que Steven S. DeKnight honre o trabalho feito pelo seu antecessor e respeite os fãs trazendo para as telonas o que queremos ver.

Você também pode gostar

Um comentário:

  1. Não duvido que o novo filme tenha um tom mais "realista"
    para agradar o espectador americano habitual que gosta de
    fingir que não adorava Power Rangers antes de crescer.

    ResponderExcluir