quarta-feira, 15 de julho de 2015

Gangsta - Primeiras impressões


Gangsta me interessou bastante desde que eu comecei a consultar os sumários dos animes que sairiam essa temporada. Eu fico particularmente interessado quando um anime com potencial para um enredo mais sério é apresentado e eu considerei essa uma boa opção depois de Psycho Pass 2 e do spin-off Ghost in the Shell: Alternative Architecture.

 Acredito que o primeiro episódio cria de uma forma consistente um ambiente dominado pela máfia e faz isso ao evitar que personagens assumam estereótipos. Os personagens principais são tão violentos quanto os demais e ainda assim se relacionam de forma cordial quando não estão realizando um serviço. Isso é algo singular, pois é prevalente nos animes que o crime e a violência seja algo que deva estar separado do resto do mundo, que não interage com o ambiente e que esteja confinando a seu próprio “submundo”. Dito isso, Gangsta me deu a impressão de que pretende tomar um rumo diferente.


A tensão entre as partes envolvidas com a máfia também é bem representada. O primeiro episódio demonstrou uma boa variedade de interesses conflitantes entre os personagens. Acordos são feitos, mas nem tudo que é combinado é cumprido, quem não colabora pode ser punido e quem colabora demonstra que faz isso por uma recompensa, seja atingir seus objetivos ou simplesmente preservar a própria vida. O primeiro episódio mostra que quem tem mais força/influencia consegue burlar o sistema e é algo que se espera de um anime que se propõe a representar uma máfia.



 É um seinem que tem potencial para apresentar um enredo rico e excitante nessa temporada e merece atenção. Eu diria que é uma boa recomendação se você gostou de Black Lagoon, já que Gangsta também aparenta ter uma dose satisfatória de ação.

Você também pode gostar

0 default-disqus:

Postar um comentário