quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Review | Arrow: "Restoration" (S04E03)


Pouco a pouco desenvolvendo a sua história, a quarta temporada de Arrow vem gradativamente produzindo seu plot principal de maneira bastante equilibrada e consistente, trabalhando muito melhor com seu roteiro do que na temporada passada. O episódio dessa semana marcou o retorno de vários personagens chave da história, lidou com a relação de Oliver e Diggle e finalmente deu o sopro de vida que Felicity não sentia desde a segunda temporada.

Atenção, a Review à seguir contém Spoilers!!!

Seguindo o padrão da temporada, o episódio da semana abriu com cenas da equipe Arrow, dessa vez composta apenas por Diggle, Felicity e Oliver, contra os agentes da COLMEIA. Desde início e ao longo do episódio, ainda há o afastamento de Diggle para confiar em Oliver. Felizmente, contudo, a situação aparenta ter sido resolvida, o que será bastante saudável para o desenvolvimento da temporada.

Por mais que a condição e posicionamento de Diggle sejam completamente compreensíveis, carregar esse sentimento de desconfiança e ressentimento por Oliver por mais tempo, considerando tudo que os dois já passaram, realmente não encaixaria bem com a trama. Os dois funcionam muito bem juntos e, principalmente, cada um tem características que complementam e até aprimoram o comportamento do outro. O ruim desse desdobramento, por outro lado, é como a relação se resolveu. Tenho que dizer que gostei de ver Felicity agindo incisivamente para consertar a situação, mas o ponto que aparenta ter unido Diggle e Oliver, que foi o momento em que Oliver tomou um tiro por Diggle(cartas da tatuagem de um meta-humano, na verdade), pareceu um pouco forçado e substituiu algo que poderia ter sido melhor trabalhado ao longo do episódio.

O capítulo da semana também introduziu o vilão Duplo, ou Jeremy Tell (J.R. Bourne). Por mais que sua participação tenha sido positiva para o episódio, servindo como um típico vilão dos quadrinhos e uma boa chance para o Arqueiro Verde lapidar seus novos métodos, é engraçado ver a estranheza que os escritores ainda tem ao introduzir personagens com habilidades/poderes. Até agora, cada meta-humano introduzido teve a origem de suas habilidades proveniente da explosão do acelerador de partículas do S.T.A.R. Labs, sem apresentar qualquer outra origem. Por outro lado, temos Damien Darhk que pode usar poderes místicos. Então, por que não formular outras hipóteses de origem para os vilões e mudar um pouco o ritmo?

Falando em Damien, é muito bom ver como os produtores vem apresentando o personagem. Diferente da segunda temporada de Flash, o vilão de Arrow aparece a cada nova oportunidade, contribuindo para construir sua imagem e reforçá-lo como um verdadeiro vilão que a série precisa, além de que Neal McDonough dá bastante vida ao papel.

Outro destaque da trama do episódio, foi a viagem de Thea e Laurel à Nanda Parbat na esperança de trazer Sarah de volta a vida e de encontrar uma solução para a situação de Thea. Com isso, temos o retorno de Malcolm Merlyn e Nyssa Al Gul, que parecem ter entrado em um acordo no qual Nyssa tenta matar Malcolm, enquanto ele aproveita um treino "saudável" com certa regularidade.

Laurel pede a Malcolm para usar o Poço de Lázaro e trazer Sarah de volta à vida - Foto Reprodução Internet

É bom ter Malcolm de volta para a série e ver que ele ainda está disposto a chegar a extremos para proteger Thea, mas o ponto central de Nanda Parbat circulou em volta da ressurreição de Sarah. Conforme já explicado e evidenciado, o Poço de Lázaro traz inúmeros efeitos negativos, o que não impediu Laurel de seguir em frente com o procedimento. Temos, então, duas questões principais decorrentes da ressurreição, primeiro que Sarah está de volta, mas obviamente não será a mesma Sarah que já conhecíamos, a outra, é que seu retorno não agradou Nyssa nem um pouco.

Acredito que o papel de Nyssa na série é sempre culpar alguém quando preciso, já vimos ela colocar a culpa em Oliver inúmeras vezes, em Malcolm e agora sobre Laurel. A personagem tem sérios problemas que REALMENTE precisam ser resolvidos, resta saber como ela agirá agora que Sarah retornou. Retorno esse, que acredito que se dará gradativamente, preparando Sarah para a sua estreia em Legends of Tomorrow.

Mas o principal destaque do episódio vai para Felicity. O papel da Felicity sempre deveria ter sido representar um alívio cômico para a seriedade da série e, essa semana, finalmente tivemos o retorno da sua personalidade divertida e até esquisita, mas que funciona bem para balancear a trama. Sinto que desde o começo da temporada essa reconstrução da personagem vem sendo realizada (Badass Felicity is back!).

E tenho que dizer, foi um alívio ver Felicity mais independente e descontraída. Curtis vem contribuindo muito para essa reabilitação e o personagem deve ter participações ainda maiores no futuro, inclusive com a equipe Arrow. Como já vimos essa semana com o celular de Felicity, logo deveremos ter o retorno de Ray Palmer e também acredito que Curtis terá um importante papel para resolver isso.

Os flashbacks da semana também foram consistentes. Ainda sabendo pouco sobre essa nova fase de Oliver na ilha, pudemos ver sua dificuldade em manter seu disfarce e impedir que mais pessoas inocentes morram em sua frente. Mesmo não sendo perfeito, Oliver tem tentado fazer um bom trabalho e acredito que suas interações nesse novo ano na ilha serão melhores do que as que tivemos nos últimos 3 anos.

Conclusão:

Cada vez mais consistente, Arrow vem apresentando uma temporada forte. Finalmente tivemos uma reconciliação entre Oliver e Diggle, Felicity está agindo mais como deveria e Damien se reforça como um vilão misterioso e ameaçador a cada novo episódio. Ainda há alguns pontos negativos, como a falta de qualquer continuidade sobre a campanha eleitoral de Oliver, mas a temporada tem seguido um bom rumo. Além disso, o último episódio, assim como o de Flash, serviu para preparar o campo para a estreia de Legends of Tomorrow, agora tendo Sarah, e logo Ray, presentes para a nova série.

Você também pode gostar

0 default-disqus:

Postar um comentário