quarta-feira, 25 de março de 2015

RetroAnime | Fantomas


Olá galera, para minha coluna dessa semana decidi trazer um grande clássico que marcou época e fez muita gente feliz no final da década de 60/70.

Phantaman, o Guerreiro da Justiça ou apenas Fantomas (Ogon Batto, lit. "Morcego Dourado") é um super-herói japonês criado pelo escritor Ichiro Suzuki e pelo desenhista Takeo Nagamatsu.
O personagem surgiu em 1930 em Kamishibais ("Teatro de Papel"), nessa época eram populares shows viajantes, uma espécie de teatro, cujas histórias são contadas através de ilustrações criadas por Ichigo Suziki (escritor) e Takeo Nagamatsu (ilustrador). Com o declínio desse tipo de espetáculo após a Segunda Guerra Mundial, o personagem foi adaptado para os mangás. A primeira edição foi produzida por Osamu Tezuka, em 1966, pouco depois foi adaptado para os cinemas no filme Ogon Bat produzido pela Toei Company e estrelado por Sonnny Chiba. Em 1967, ganhou uma versão em anime dirigida por Noburu Ishiguro, e exibida no Japão entre 1967 e 1968.


O estúdio Anime International Company cogitou em um anuncio a produção de um novo anime baseado no herói, porém para a tristeza de muitos nessa época a ideia foi cancelada.

Vamos falar um pouco da historia...

Dr. Miller, um famoso arqueólogo deseja encontrar o continente perdido de Atlântida, mas o robô mão gigante do Doutor Zero afunda seu navio e apenas sua filha, Marie, sobrevive ao naufrágio. Ela é socorrida pelo Doutor Steel e seu filho Terry em seu super carro, uma espécie de disco voador. Durante a viagem o supercarro necessita de água potável para seus motores, fazendo com que o Doutor Steel e Marie pousam em uma ilha que descobrem tratar-se da lendária Atlântida, agora de volta à superfície devido a uma explosão vulcânica.

Ao desembarcarem são atacados pela mão gigante. Em sua fuga, encontram acidentalmente a tumba do imperador Ogon Bat (Golden Bat, Fantomas). Após decifrarem os hieróglifos, que dizem que a cada 10 mil anos um grande mal ameaçará a Terra e somente o guerreiro que está no esquife pode vencê-lo, Marie derrama água sobre o esqueleto do sarcófago trazendo Fantomas de volta a vida. Fantomas destrói a gigantesca mão robô e salva Steel e Marie, eles se tornam protegidos de Fantomas e, quando necessário, Marie invoca o morceguinho dourado que se torna uma tatuagem no braço de Fantomas.


No decorrer da série, da sala de comando da Torre Zero, o monstruoso Doutor Zero e seus ajudantes planejam dominar a civilização, enviando diversos inimigos para lutar contra Fantomas como: Os ciclopes, O Gato Preto, O Vampiro, as Crianças Newton, o Máscara Negra, o fantasma de luz e o vampiro e arqui-inimigo Doutor Morte, dentre outros grandes inimigos, muitos desses baseados em outros Kamishibais.

O maior rival de Fantomas é um ser que está diretamente ligado à sua existência: O satânico Dr. Morte, que também revive nos tempos modernos para uma revanche, quando dentro da Torre Zero, logo após Fantomas enfrentar o último dos monstros, ele é surpreendido pelo retorno do Doutor Morte. Ambos vão para a quinta dimensão, um local de onde os mortos jamais podem retornar. Nesse difícil duelo final, Fantomas mata seu rival e, assim, finalmente parte para descansar até que seus poderes sejam novamente úteis para a humanidade.


O anime teve um total de 52 episódios produzidos.

Um pouco dos personagens com mais destaque na série...


Fantomas: Um super esqueleto humano que tem o corpo composto de ouro puro. Ele carrega um bastão de prata poderoso que emana raios potentes e se anuncia através de uma risada macabra. Foi criado há milênios por sacerdotes do continente perdido de Atlântida, devido ao lugar estar sendo aterrorizado pelo Doutor Morte, com esse perigo iminente eles criaram um ser equivalente, que pudesse enfrentar o vilão. Enquanto ele era em muitos aspectos, um precursor para tanto Superman e Batman, não se sabe se teve influência alguma sobre a criação desses heróis. No entanto, devido à sua popularidade no Japão, Fantomas era essencialmente a fonte na qual a maioria dos super-heróis japoneses bebeu. Seu legado pode ser visto nos super-heróis que têm permeado a mídia japonesa desde então, incluindo outros super-hérois Kamishibai super-heróis adiantados como Prince of Gamma, os esquadrões de super-heróis e séries de tokusatsu, mangá e anime variando de Astro Boy e Dragonball para meninas mágicas como Sailor Moon, e até mesmo Super Robôs (sim, ele lutou contra um robô gigante).


Dr. Zero: Líder de uma organização criminosa cuja intenção era a dominação mundial e principal adversário de Fantomas bem como um ser que está diretamente ligado à sua existência. Ele usava uma máscara preta, com orelhas e quatro olhos coloridos, estilo semelhante aos do gato, que podiam disparar diferentes feixes de raios. Ele também não tinha a parte inferior do corpo (ficava em cima de um pequeno disco-voador) e sua mão esquerda era mecânica, tendo por habito a emissão de um terrível grito assombroso.


REP: era um robô criado pelo doutor Steel, para ajudar seu filho Terry e seus amigos.


Gorgo: Ajudante do Doutor Zero e tão maléfico quanto ele, muito inteligente, sagaz e que possui um visual bastante marcante, utilizando sempre um traje que possui uma gola bem alta levantada que chegam até acima das suas orelhas. Não usa nenhuma máscara, mas possui um olhar penetrante e frio.

Fantomas pelo mundo

A série foi originalmente organizada para ser transmitida para as audiências americanas e australianas, mas por razões desconhecidas, a série original nunca foi lançada em territórios americanos.

Embora esta série nunca foi ao ar por algum motivo desconhecido, provavelmente por alguma razão estúpida, os fãs que estavam desapontados com diferentes adaptações da série original chegaram a ter a chance de ver uma diferente série com um certo trailer que foi deixado para trás na net. Nesta versão de “Golden Bat”, ele não só tem uma nova aparência mais magra e um horrível olhar, mas seus poderes também parecem ter sido atualizados. Ele agora tem a habilidade de voar com as asas em vez de seu vôo regular com o estilo do Superman , como também é capaz de fazer alguns novos ataques de energia. Há também um breve momento em que você pode ver uma pessoa que se parece com o morcego dourado clássico tentando proteger Mari, mas não parece ser ele, muitos acham que ele era um aspirante a “Golden bat”.


No entanto, devido à idade do próprio anime, é pouco provável que mais episódios possam ver a luz do dia, ainda por cima tendo em vista que eles foram gravados durante a década de 60.

No Brasil, foram feitas duas dublagens pela Cine Castro. Na primeira, ainda com as películas de 16 mm em branco e preto, chamaram o desenho de Fantomas; isso no final dos anos 60. Quando a TV colorida chegou por aqui, no início dos anos 70, novas cópias do desenho foram adquiridas e dubladas novamente pela mesma equipe de dublagem da Cine Castro, porém, inexplicavelmente, chamaram o desenho de Fantaman - O Guerreiro da Justiça.


Fantomas foi exibido no Brasil pela TV Record a partir de 25 de maio de 1973 (sexta-feira), às 18h30. Apesar do anime ter sido produzido em cores, a TV Record recebeu cópias em preto e branco, nessa época transmissões coloridas eram muito raras. As exibições de Fantomas seguiram pela TV Record até junho de 1977. Depois, voltaram em outubro de 1981, ficando no ar até agosto de 1982. O anime reapareceu na programação de 1983, aos domingos. Por fim, Fantomas pôde ser visto na TV brasileira pela última vez entre março e agosto de 1984, também pela Record.

Ninguém sabe ao certo o porquê a abertura de Fantomas anunciava o anime como “Phantaman, o Guerreiro da Justiça”. O fato é que as películas com os episódios não vieram diretamente do Japão para o Brasil. Distribuidora latino-americana portava os direitos da série e negociou com duas distribuidoras brasileiras, A mais famosa delas foi a Trans-Global. Com isso, tanto as cópias em preto e branco como as coloridas traziam grafadas no copião o nome dado ao anime em outros países vizinhos: “Phantaman”, suprimindo o título original Ogon Batto.

É certo que, na abertura, é falado “Phantaman”, pois a casa de dublagem Cine Castro recebeu, inicialmente, apenas essa parte do copião para dublar, que já trazia o título de “Phantaman” grafado. Durante a segunda dublagem, provavelmente, a direção acabou preferindo alterar o nome e homenagear um personagem-lutador famoso que tinha um nome parecido: Fantomas. Ele era estrela do antigo programa “Telecatch”, também da TV Record e participou do programa entre 1963/75. Fantomas era um dos mocinhos da luta livre e também usava uma máscara de caveira.
Fantomas juntamente com muitos outros desenhos japoneses exibidos no Brasil chegaram sem suas aberturas, complicando a vida das distribuidoras que compraram seus direitos, a Trans-Global que era a principal distribuidora desses animes, teve que montá-las, selecionando algumas imagens. Mas, colocou o mesmo tema na abertura para todos os desenhos, podemos observar isso muito bem em uma das primeiras animações que chegaram ao Brasil, a série animada americana Viagem ao Centro da Terra (1968), produzida pela Filmation Associates.


Algumas curiosidades

Fantomas X Dr. Morte - A única diferença entre os dois é que a clava do Dr. Morte pode se transformar em uma serpente.

Bat Sinal - Anos antes de Batman, Fantomas usava uma técnica semelhante, usando seu visual e sua reputação para assustar os vilões ele luta. Primeiro um bastão de ouro aparecia, seguido de uma risada assustadora e após viria o aparecimento espectral (tipo um fantasma) do seu crânio de ouro. Ele também era temido, porque, ao contrário da maioria dos heróis que viriam depois dele (até alguns antes), visto que para ele não importava se os vilões morriam ou não, sabendo disso, um encontro com o morcego dourado era dito como encontro com a morte.

Magia - Devido a sua natureza mágica, Fantomas era o mais poderoso super-herói dos anos de 1930 a 1940. Alguns dos poderes mágicos de Fantomas incluem atirar poderosos raios de energia (lighting bolt era o nome do golpe em inglês, lembra alguém?).

Imortalidade - Ele é um imortal da antiga Atlântida, e é acordado de seus milhares de anos de descanso no século 20.

Super Reflexos - Golden Bat desvia das balas, mesmo que ele na verdade não precise, visto que seu corpo pode suportar balas de qualquer maneira.

Super Velocidade - Move-se mais rápido do que uma bala, conceito provavelmente aproveitado depois em Superman.

Super Força - Ele foi o primeiro super-herói de capa com super-força. Ele derrota um robô gigantesco, agarrando-o pelo seu dedo, girando-o ao seu redor, e arremessando-o longe (sensacional demais, gente).

Super Resistência - Ele tem um grau de invulnerabilidade, sendo capaz de resistir a balas e lasers com facilidade. Ele também poderia facilmente respirar debaixo d'água. Mesmo tendo um incrível poder e um corpo feito de um metal indestrutível, sua única fraqueza é a desidratação. Se o corpo dele ficar completamente sem o menor vestígio de umidade, ele ficará imóvel. No entanto, essa desidratação completa só pode ser conseguida com o uso de máquinas.

Telepatia - Ele tem uma ligação psíquica com a garota que o ressuscitou.

A capa - Ele foi, possivelmente, o primeiro super-herói de capa e certamente, o primeiro com superpoderes, dependendo se você considera o Zorro um super-herói (Zorro não possuía superpoderes, apesar de ser bem legal para as crianças). Fantomas tinha vários usos para a sua capa. Por exemplo, ele poderia fazer rajadas de ventos com sua capa e também pode usá-la para se disfarçar.

Visão de Raio-X - Ele tem visão de raio-X, sim caros amigos, ele pode ver através de qualquer superfície, sem exceção

Voo - ele é capaz de voar.

Viagens Interdimensionais - É isso mesmo que vocês leram, Fantomas era capaz de viajar entre diversas dimensões.

Black Bat - Ele também possuía uma contra parte, chamada de Morcego Negro.

Semana que vem mais um otimo classico para vocês, amigos!


Você também pode gostar

0 default-disqus:

Postar um comentário