sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Homem é preso no Japão por fabricar falsos cosplays de 'Gokaiger'


Autoridades da Prefeitura de Hiroshima prenderam o presidente da Nagai Works, Nobue Kato, de 39 anos, por suspeita de violação da lei de direitos autorais no Japão. Ele vendia roupas para cosplay não autorizadas, especialmente os uniformes civis de Kaizoku Sentai Gokaiger.

Kato teria trabalhado juntamente com seus funcionários, entre os messes de Março a Abril, para recriar quatro roupas que são tidas como favoritas entre o público. Entre elas temos as do Capitão Marvelous, Gai e possivelmente Joe, como pode ser conferido na imagem. Essas roupas foram confeccionadas sem a permissão da TOEI, que é a detentora dos direitos autorais da série. A polícia suspeita que a empresa faturou cerca de 32.000 ienes, algo que giraria em torno de 320 dólares.


Assim, as autoridades acreditavam que ele já havia ganhado cerca de 300 milhões de ienes, algo que giraria em torno de 3.04 milhões de dólares, com a venda de produtos similares. Eles ainda acrescentaram que Kato estava vendendo mais de 4.000 tipos de roupas de cosplay, através de seis lojas on-line, usando o nome de “Trymax”.

Você também pode gostar