sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Cosplay #25 | Toku Trip - Parte II (Anime Dreams)

Olá pessoas! Estou de volta a Salvador e com muita animação e novidades depois da volta dessa curta, mas proveitosa viagem que o Toku Bahia fez até São Paulo! Foi estranho ficar sem escrever a coluna cosplay, mas acreditem que valeu muito a pena.


Na coluna cosplay dessa semana além de falar do que rolou sobre cosplays no Anime Dreams, falarei sobre o evento em geral, pois foi minha primeira vez visitando o evento e fazendo uma cobertura do que aconteceu e me chamou a atenção quanto à organização, não só na parte do cosplay, como de todo o resto. Assim ficou acertado que a parte da Liberdade seria uma matéria e a do Anime Dreams seria outra e entraria na coluna cosplay, portanto vocês terão uma cobertura completa!

Antes de começar posso dizer que tenho muitas coisas boas para dizer sobre o evento. Os eventos de São Paulo geralmente tem um tipo de organização que me atrai muito, não que ele seja perfeito, mas alguns pontos podem ser considerados de extrema importância para o público.


Só para citar alguns exemplos o site do evento oferece um “Como chegar” ensinando linhas de ônibus e metrô para ajudar no deslocamento, o transporte em São Paulo é bastante eficiente, por isso rapidamente chegamos ao nosso destino. E se você não sabe exatamente qual é o ponto de ônibus que você precisa saltar não se preocupe! Você só precisa seguir a massa de otakus que está se deslocando para o evento que você chegará com certeza, utilize-se do movimento “siga as toquinhas” que não tem erro.

Umbrella Corporation (Foto Toku Bahia)
Ao chegar ao local do evento a primeira coisa que avistamos foi a enorme fila de entrada, que é de praxe. A fila meio que faz parte do evento, amigos se encontrando, novas amizades sendo feitas, cosplayers se trocando ali mesmo para já adentrar no evento prontos e, é claro a espera e a expectativa para entrar. Como eu não acompanho a organização dos eventos não posso opinar muito sobre isso, mas nunca vi entrada preferencial para cosplayers, seria bastante interessante, mas em contrapartida depois que os portões são abertos a fila anda razoavelmente rápido e quanto mais tarde você chegar menos fila pegará.

Como o Toku Bahia foi cobrir o evento, entramos como imprensa, entrada muito bem organizada e rápida, que nos permitiu entrar antes do evento abrir as portas e nos deu a oportunidade de fotografar algumas das estruturas sem ter toda aquela gente na frente, que para a matéria foi bastante interessante!

Kuroko no Basket marcando presença no Anime Dreams (Foto - Toku Bahia)
Vou por ordem do que fizemos lá dentro que fica mais fácil para a memória. Logo que entramos fomos direto dar uma olha nos estandes, primeiramente porque estava tudo vazio e estava bem confortável de olhar, depois para procurar artigos de tokusatsus e é claro, dar uma olhadinha em coisas interessantes. As lojas eram muito boas, tinham bastante variedade de artigos e algumas novidades, como a introdução de uma enxurrada de produtos de “A Hora da Aventura”, as únicas ressalvas são que para o tamanho do evento poderiam ter mais lojas em um espaço um pouco mais amplo e poderiam ter trazido mais artigos de tokusatsus.

Contamos nos dedos os produtos lá encontrados, 2 figuarts pequenos de Sentais, 1 Kamen Rider Black de vinil, 1 Ultraman Ace, a máscara e o Megazord do Mighty Morphin/ Zyuranger. Pela quantidade de coisas que encontramos na Liberdade, como vocês puderam ver no primeiro post da Toku Trip, creio que deveriam ter mais produtos disponíveis dentro do evento.

What time is it? A Hora da Aventura entrou de vez no universo Otaku (Foto - Toku Bahia)
Partindo para o restante da estrutura, o Colégio Marista possui uma estrutura bastante ampla e com diferentes tipos de espaço que conseguiram acomodar perfeitamente as diversas atrações que o Anime Dreams oferece. As salas de aula divididas em três andares com corredores amplos viraram salas de exibição com alta circulação de pessoas, muitas delas já decidiam ficar por ali mesmo e acabavam se sentando pelos corredores e/ou ficando em uma das salas que se interessassem.

As salas eram de uma variedade incrível. Inúmeras salas de jogos, salas dedicadas a cantores, grupos musicais, com temática Yaoi/Yuri, Tokusatsu, Salas temáticas, sala de fotografia cosplay e etc.. Tinha para todos os gostos e isso é bastante interessante para que o evento atraia todo o tipo de público, pois a diversidade faz o evento.

Kuroshitsuji, Ciel in Wonderland (Foto - Toku Bahia)
Na parte térrea do colégio foram montadas as partes do palco, fics, Muppy, alguns estandes de compra que ficaram afastados dos outros, a livraria, parte de games e a praça de alimentação. Não foi um evento grande, muitos comparam o Anime Dreams com um Anime Friends da vida e não é. Eles têm basicamente a mesma estrutura, já que são produzidos pela mesma empresa, mas são eventos de portes diferentes.

Como sempre a barraca exclusiva do Muppy estava presente, o local das fics estava em um bom lugar e com boa exposição, pena que esse ano tinham não poucos artistas por lá, espero que a galera não esteja desanimando de produzir. A praça de alimentação não era grande, mas trazia barracas de comida típica oriental, não tivemos grandes dificuldades para comer por lá e sempre que passamos próximos a ela não a vimos cheia e com filas. A livraria, apesar de não ser a Comix, tinha um bom tamanho e levou muitos títulos, não creio que o evento tenha ficado deficiente nessa parte de mangás, talvez outros tipos de publicações que a Comix oferece, como artbooks, HQ’s, entre outros, mas deu para suprir a maior demanda que era a de mangás.

Yuno de Mirai Nikki (Foto - Toku Bahia)
A parte de games e propaganda também se encontrava no térreo e posso dizer estavam bem localizadas e montadas, mesmo eu não sendo gamer posso afirmar isso sem nenhuma dúvida, pois pontos básicos são necessários para que um espaço seja bem montado e funcione bem, ele não estava no meio do espaço de circulação e sim em um local mais reservado, havia espaço para os jogadores se movimentarem, assistirem os jogos e olharem os estantes. Além disso, os estandes tinham um bom espaço entre um e outro, permitindo que o público circulasse por ali. Ao lado desses estandes também estava localizada uma arena, que também possuía espaço para o público assistir.

O Colégio ainda disponibilizou o seu anfiteatro para que o animekê fosse realizado naquele local, como estava chovendo muitas pessoas se abrigaram por lá e puderam desfrutar das apresentações feitas pelo próprio público! Local com boa acústica e bastante espaço teve a confiança do Marista para que o público do Anime Dreams usasse uma importante estrutura do colégio para se divertir.

O rapaz me surpreendeu subindo ao palco no Animekê cantando "Take Me Higher" tema de
Ultraman Tiga (Foto - Toku Bahia)
Mas o que me chamou bastante a atenção nestas estruturas foi o palco, não era uma estrutura muito grande, mas mesmo assim cumpriu o objetivo dela bastante bem. Na área do palco não só ele era coberto, mas também a parte que o público estava partilhava a mesma cobertura que a do palco. Isso sim é interessante, pois fez com que a iluminação do palco surtisse o efeito programado, fez com que o publico enxergasse melhor as atrações e ainda protegeu a todos das variações climáticas de São Paulo. E tudo isso sem formar uma estufa, pois a estrutura não foi montada fechada até o chão, permitindo que o ar circulasse minimamente.

O Marista comportou muito bem o tamanho que o evento tinha. Havia lugar para sentar, se encostar, lugar para comer, lugar para circular! Isso é muito importante em um evento. Apesar da chuva, o evento não ficou vazio, o que me chamou a atenção, primeiramente porque havia uma estrutura preparada para isso, pois o colégio oferece inúmeros locais para se ficar que são cobertos, e depois o Anime Dreams é um bom evento e eles se viraram muito bem e conseguiram realizar um bom evento apesar das circunstancias.

Super Choque! Galera relembrando os bons tempos dos desenhos animados
(Foto - Toku Bahia)

Para o Toku Bahia esse evento foi bastante proveitoso, porque tivemos a oportunidade de conhecer um novo evento e ainda de conhecer pessoalmente um de nossos parceiros o TokuBrasil que estavam com uma sala de exibição de Tokusatsus no evento. O TokuBrasil está sempre marcando presença nos eventos de São Paulo e Rio de Janeiro e se você já foi a algum evento nestes dois locais, com certeza já deve ter passado por eles! Posso dizer que foi um enorme prazer conhecê-los, todos foram muito simpáticos e bastante receptivos. É muito bom quando se conversa com camaradagem sobre gostos em comum, torna a conversa muito mais agradável, com discussões saudáveis e muitas risadas. Obrigada a todos vocês pela agradável recepção e pelo fortalecimento dos laços da comunidade tokusatsu!

Chegando finalmente na parte dos cosplays posso dizer que fiquei extremamente satisfeita com o que vi no Anime Dreams. O pessoal de São Paulo investe mesmo nos cosplays, é de encher os olhos, até cosplay de tokusatsus tivemos a oportunidade de ver neste evento, o que foi uma ótima surpresa.

Como este é um post de cobertura não vou me alongar e nenhum ponto específico, tudo que venho contando para vocês são as impressões gerais que tivemos do evento, até mesmo na parte cosplay. Vou apontar pontos que valem a pena ser destacados, que fazem diferença para o público cosplayer em um evento, e que me deixaram bastante satisfeita com a organização do evento.

Fila para inscrição do concurso Cosplay (Foto - Toku Bahia)
O primeiro deles foi logo no primeiro dia enquanto circulávamos pelo térreo, o local para inscrição do concurso cosplay reservado e distante da área do palco, chamou e muito a minha atenção. Os cosplayers esperavam longe da chuva em um corredor coberto para se inscreverem, sem pessoas passando por entre a fila ou se batendo em seus acessórios, pois aquele local era somente para a inscrição. Sem confusão, sem música alta acabando com o seu juízo e somente os interessados estavam naquela área.

Depois disso andando pelos corredores do evento nos andares superiores, onde estavam localizadas as salas de exibição outra boa surpresa. Duas grandes salas uma do lado da outra, disponibilizadas pelo evento como vestiários masculino e feminino para que os cosplayers pudessem se trocar, se ajeitar e etc.. As salas eram arejadas, bem iluminadas, com bastante espaço e ainda tinham um staff de apoio exclusivo para a sala! Sinceramente eu fiquei extasiada, ponto muitíssimo positivo.

Vestiários exclusivos para Cosplayers! (Foto - Toku Bahia)
Queria ainda agradecer o pessoal da sala de fotografia cosplay, o Cosplay Brasil, por terem sido tão simpáticos e prestativos! Gostei demais de conhecê-los depois de tantos encontros impessoais para tirar fotografia dos meus cosplays na sala, foi um dos encontros que meu deixou mais contente e que fez o evento valer muito a pena!

Não consegui chegar perto do palco para olhar mais de perto as instalações, para ver acesso ao palco e etc., porque sempre que eu estava ali por perto estava tendo ou alguma atração ou banda e o espaço em torno do palco estava completamente tomado, o que não é necessariamente ruim, pois o público aproveitou bastante às atrações oferecidas, que não foram poucas.

Jaspion mais que perfeito fazendo o Anime Dreams parar! (Foto - Toku Bahia)
Nós só fomos na sexta-feira e no sábado para o Anime Dreams por isso não o vimos no Domingo que é o dia mais cheio, mas mesmo assim o Sábado já foi bastante cheio e deu para ter uma ideia de como o evento ficaria no domingo. Mesmo com a quantidade de pessoas a circulação funcionou bastante bem, tinham vários locais abertos onde cosplayers podiam parar e posar para fotos sem congestionar uma via de passagem, o que colaborou para que o evento ficasse confortável.

Infelizmente não pudemos ficar para o concurso cosplay por conta do nosso horário, mas prometo me esforçar para cobrir o concurso do Anime Friends em julho! Eu realmente espero que tenha corrido tudo bem, pois tinham cosplays fantásticos circulando pelo evento.

Freddy Krueger fazendo super certo na sala do Cosplay Brasil (Foto - Toku Bahia)
Quanto à atração cancelada do Jason David Frank, o Tommy da série Power Rangers, realmente fez com que o evento perdesse um pouco do brilho que teria se ele tivesse comparecido pela primeira vez em um evento brasileiro, mas não vamos esquecer que o evento trouxe atrações de peso como Wendel Bezerra, o dublador do Goku e Bob Esponja, e o Mundo Canibal, por isso mesmo que não tenha sido perfeito, e que muitos fãs que estavam ávidos por ver o seu astro não tenham conseguido realizar esse sonho desta vez, o evento não caiu de qualidade, nem deixou de ser bom, apenas não deu certo, teremos uma nova chance!

Aoshi de Rurouni Kenshin! Samurai X voltando a cair nos amores dos cosplayers!
(Foto - Toku Bahia)
O que eu tenho a dizer para concluir e dar uma opinião geral sobre o evento foi que, apesar dos problemas com as atrações, o Anime Dreams foi um evento que funcionou perfeitamente e ofereceu atrações do universo otaku dentro de um espaço físico condizente com o tamanho do evento, deixando-o agradável e confortável de se participar. Percebi que os cosplayers estavam muito a vontade, e que mesmo com chuva, tinha espaço para todos, tanto físico quanto para os interesses de cada um. Foi um evento diversificado e que certamente tem e terá muito que oferecer para a comunidade de fãs!

Sailors Mercúrio e Netuno na fila para inscrição do concurso! (Foto - Toku Bahia)

Fiquem ligados para as futuras “Toku Trips” do Toku Bahia! Espero que tenham gostado da cobertura tanto do bairro da Liberdade, quanto do Anime Dreams e esperamos encontrar vocês nos próximos eventos!
Até a próxima semana com mais uma coluna cosplay!



Ah sim! Muitas pessoas vem me perguntando sobre como fazer uma maquiagem simples e clean para personagens masculinos, o que acham de um tutorial? Deem dicas do que vocês querem ver por aqui que farei o possível para atendê-los!

Não se esqueçam de curtir a página do Toku Bahia no facebook e sigam-nos no twitter @TokuBahia!

Para maiores informações ou se quiserem bater um papo comigo sobre a coluna cosplay, próximos posts, sugestões e dicas, é só me seguir no twitter @marshmalloworld!
And Let’s Cosplay!

Você também pode gostar